Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2018 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

A história da imprensa brasileira


Por:

Publicado em:

As páginas de periódicos da imprensa brasileira já extintos já podem ser acessados na internet, através do projeto Hemeroteca Digital Brasileira, mantido pela Fundação Biblioteca Nacional. Coleções como as do Correio da Manhã (1900-1974), A Noite (1911-1957), Gazeta de Notícias (1875-1879) já estão disponíveis no arquivo virtual. Em breve, será a vez da coleção centenária do Jornal do Brasil também já estará online.

 
Até o final do ano, a iniciativa pretende colocar no ar 10 milhões de páginas de jornais e revistas, editados ao longo dos séculos dezenove e vinte. O sistema de consulta possibilita a busca por “ordem cronológica” e através de “palavra-chave”. Os usuários também poderão imprimir os materiais pesquisados. Entre os arquivos disponíveis atualmente, estão 652 títulos de publicações extintas ou consideradas raras, de todos os matizes da imprensa brasileira. O acervo compreende edições veiculadas até a década de 1960.
 
Os materiais, equipamentos e outros recursos técnicos para a criação e manutenção da Hemeroteca Digital Brasileira são financiados pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), mediante orçamento de cerca de R$ 6 milhões.
Para a composição do acervo virtual, os técnicos envolvidos no projeto digitalizavam aproximadamente 20 mil páginas por dia, além do trabalho de restauração e manutenção dos documentos desgastados pelo tempo.
 
Na segunda etapa da ação, será ampliado o número de arquivos ofertados e a reparação de alguns problemas técnicos do sistema, principalmente, os ligados às buscas datadas. Atualmente, um dos contratempos, por exemplo, remete à busca cronológica, que não pode ser feita tendo como ponto de partida a data de publicação do periódico. O índice inserido no banco de dados norteia a pesquisa por número de edição do impresso, dentro do ano desejado. Para encontrar a data, só abrindo o arquivo em formato PDF.
 
A hemeroteca irá reunir uma mistura de coleções bastante conhecidas e de importante registro histórico, como as de “O Paiz”, “Marmota fluminense” e “O abolicionista”, entre outros veículos. Outro material diferenciado lançado pelo projeto é a edição do manuscrito “A Justiça”, jornal editado por presidiários do Rio de Janeiro, no final do século XIX. Além de vasta fonte de pesquisa e consulta, a Hemeroteca Digital Brasileira também ajuda a preservar o material original, já que jornais e revistas tem uma longevidade curta, pela fragilidade do papel e a baixa qualidade das tintas utilizadas antigamente nas edições. Assim, a maioria dos impressos são microfilmados, atingindo uma duração média de um século. Acesse http://hemerotecadigital.bn.br / (Guatá/FBN)
 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Categorias

Logo do ClickFoz