Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

ACIFI não divulga pesquisa eleitoral por determinação judicial Pesquisa havia sido encomendada pela Associação Comercial de Foz do Iguaçu e fazia parte da campanha para representatividade política da região

Pesquisa havia sido encomendada pela Associação Comercial de Foz do Iguaçu e fazia parte da campanha para representatividade política da região


Por: Garon Piceli

Publicado em:

O juiz Nicolau Konkel Júnior, do TRE-PR, suspendeu a divulgação de pesquisa Ibope de intenção de voto para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual, contratada pela Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu (ACIFI), que seria divulgada na segunda-feira (20).

O veto alegou que a pesquisa é irregular, visto que não contém a relação de todos os candidatos com registro de candidatura deferido aos cargos de Deputado Federal e Estadual, em violação ao disposto no artigo 3º da Resolução TSE nº 23.190.

A pesquisa foi feita apenas nos municípios de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Itaipulândia e Missal.

A decisão Liminar atendeu representação da Coligação Novo Paraná (PSDB – DEM – PSB – PP – PPS – PTB – PMN – PHS – PTC – PSDC – PRP – PTN – PSL – PRB) . Na representação, a Coligação Novo Paraná argumentou a "possibilidade de indução e manipulação de  resultados", "É possível verificar a existência de irregularidade", afirma a o juiz em sua decisão.

"Com essas considerações, defiro a antecipação de tutela requerida, determinado a suspensão da divulgação da pesquisa em apreço, sob pena de multa diária por descumprimento no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais)", afirma o juiz em sua deliberação. 

A pesquisa seria divulgada à sociedade na segunda-feira, todavia os números nem  chegaram nas mãos da ACIFI. O IBOPE, órgão responsável pela pesquisa, entrou com pedido de argumentação, mas até as 19h de segunda não havia sido analizada. Mesmo assim a entidade recebeu os associados e alguns candidatos se fizeram presentes, Gessani da Silva (PP) e Sidnei Prestes Junior (PR). O coordenador do projeto e presidente do Conselho Superior Deliberativo da Associação, Danilo Vendruscolo, comentou a decisão judicial com desgosto, mas disse que a entidade não vai desanimar pela luta da representação de Foz. “Ainda esperamos anunciar esta pesquisa, caso contrário estamos dispostos no engajamento junto a sociedade. Agradeço toda a comunidade e organizações que estão nos apoiando nesse projeto”, disse Vendruscolo.

O IBOPE ainda solicitou à ACIFI que mantenha sua posição moderada, pois qualquer atitude pode interferir na futura decisão judicial.

O candidato Gessani da Silva disse que esperava a pesquisa e argumentou a decisão do Dr. Nicolau Júnior. “Acho que todos os candidatos de Foz do Iguaçu estavam esperando esta pesquisa. Creio ainda que esse pedido de veto foi feito por aqueles que estão menos favorecidos nas intenções de votos”, disse.

Outro veto
– O Tribunal Eleitoral do estado ainda vetou a exibição da pesquisa Vox Populi encomendada pela TV Bandeirantes na segunda. O pedido de impugnação também foi apresentada pela coligação “Novo Paraná”. Entre os argumentos, os advogados questionaram o plano amostral.

Representatividade
– A Associação Comercial está desde o início da campanha política defendendo uma maior representatividade de Foz do Iguaçu nas esferas estadual e federal. Para isso elaborou um documento juntamente com outras 22 entidades, onde manifestava seus pedidos e reivindicações para a região. O documento foi assinado pelos candidatos presentes no debate realizado no dia 11 no hotel Foz do Iguaçu. A divulgação da pesquisa seria uma maneira de indicação da instituição à população votarem no candidato com mais chances de alcançar a cadeira, principalmente de Brasília, onde a cidade foi representada somente uma única vez com candidato local.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz