contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Puerto Iguazú

Argentina discute cobrar pedágio de visitantes do país Notícia não agradou ao empresariado local  

Notícia não agradou ao empresariado local  


Por: Clickfoz

Publicado em:

ponte-da-fraternidade-argentina
De acordo com o jornal argentino Iguazu Noticias (com informações do ambito.com), o governo da Argentina está considerando começar a cobrar pedágio de estrangeiros que desejam entrar no país. O decreto elaborado pelo Executivo, tem como objetivo deixar mais rígida a política de imigração, o que incluiria o aumento dos controles nas fronteiras.

Segundo as informações, a taxa seria cobrada nas 147 entradas existentes. “Existe a proposta de cobrar um pedágio em todas as fronteiras”, disse Alfredo Schiavoni, delegado do Ministério do Interior de Misiones, em entrevista a diferentes meios de comunicação da província.

Medidas

A iniciativa inclui medidas para reforçar os procedimentos de triagem da imigração, questionários mais rígidos e a implementação de um cartão de tráfego fronteiriço, que em alguns lugares já funciona há anos. A medida também visa acelerar os trâmites para deportar imigrantes irregulares.

Alternativa

Schiavoni reconheceu que a Câmara de Turismo da cidade vizinha, se opõem à cobrança de uma taxa para os estrangeiros que entram no país sobre a ponte internacional Tancredo Neves, porque “eles entendem que impedem o acesso dos turistas, especialmente do Brasil”.

Preocupação

A notícia da cobrança do pedágio não agradou os empresários de Puerto Iguazú. O comerciante Victor Enrique Fernandez, que hoje está à frente do negócio da família, existente no país vizinho há quase 60 anos, acredita que a medida afetará negativamente o turismo e o comércio local.

salame-maluco-ok
“Há anos sofremos com abandono do Governo Federal. Não falamos sobre políticos de linha a ou b, mas sim de todos as esferas e todas as demandas. Puerto Iguazú tem um enorme potencial turístico, econômico e de lazer, porém ninguém da um suporte necessário para que isso decole, pelo contrário, sempre nos impõem travas. O empresariado mais forte não se nega e nunca se negou as pagar os impostos.  Apesar disso,  o que se vê é uma forte represália a nós, e mais ainda ao turista. Tudo o que queremos é que o turista possa entrar em paz aqui, para que ele consuma tudo que sempre consumiu. Não sou a favor desta taxa, não gosto que tratem mal o turista e não queremos que a entrada à Iguazú seja um muro de Berlim. Queremos melhorias para nós e para os visitantes, queremos postos de trabalho e queremos atender toda a demanda possível, mas sem que isso custe mais aos turistas”, desabafou ao Clickfoz.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz