Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2018 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Auditores-fiscais diminuem tempo de permanência de cargas no porto seco de Foz do Iguaçu A intenção é aliviar o número de caminhões estacionados no local

A intenção é aliviar o número de caminhões estacionados no local


Por:

Publicado em:

Os auditores-fiscais do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco) em greve desde o mês de junho seguem com a operação padrão no Porto Seco de Foz do Iguaçu, entretanto, para aliviar o número de caminhões estacionados no local, os agentes estão acelerando o desembargo das mercadorias que antes levavam cinco dias para serem inspecionadas, com o aceleramento estão sendo liberadas em dois dias.  

 
  
Flavio Carvalho, responsável pela mobilização do Sindifisco em Foz do Iguaçu, afirma que o recuo não encerra a greve, é apenas uma manobra diminuir o número de caminhões estacionados no local e amenizar a situação precária vivenciada pelos caminhoneiros “Vamos manter essa operação até o governo aceitar nossas reivindicações. Até o momento, não aceitamos as propostas, por isso seguiremos com a mobilização por tempo indeterminado, semana que vem teremos novas reuniões para decidir o rumo da mobilização”. 

Na próxima semana o Conselho dos Delegados da Policia Federal deve enviar um representante para Brasília onde serão discutidas alternativas para o movimento e as próximas ações da categoria. O próximo passo é a Plenária Nacional onde a categoria deve ratificar ou não as propostas do Governo Federal. 

Atualmente o porto seco de Foz do Iguaçu conta com cerca de 700 caminhões estacionados no pátio, ao longo da BR-277 são mais 400 caminhões parados aguardando a inspeção. 

Reivindicações
– A categoria revindica aumento de 30,18% no salário, que não sofre reposição desde 2008. 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Categorias

Logo do ClickFoz