contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Aumento do número de vereadores em Foz do Iguaçu fica para depois Votação que aconteceria hoje foi adiada mais uma vez

Votação que aconteceria hoje foi adiada mais uma vez


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Na manhã desta quinta-feira (23), vereadores, manifestantes e imprensa, estiveram na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu devido à polêmica no aumento do número de edis na Casa de Leis da cidade.

Foto: Lauane de Melo/Clickfoz
Sessão estava marcarca para começar às 8h30 desta quinta-feira (23)

Atualmente, a Câmara conta com 15 parlamentares. O objetivo da emenda é aumentar o número para 21. Na última terça-feira (21), os vereadores entraram em plenário para votar. Mas, por causa da grande comoção popular, acabaram adiando a decisão para esta quinta. Na ocasião, apenas três vereadores – Nilton Bobato (PC do B), Anice Gazzaoui (PT) e Dilto Vitorassi (PV) -, foram contrários à alteração.

Entretanto, hoje, houve vereador que mudou de opinião. Foi o caso de Paulo Rocha (PSB), que disse ter cedido à pressão de seus eleitores. “Eu estou trocando o meu voto em respeito aos eleitores da cidade. Alguns passaram na porta da minha casa e me pediram para retirar a assinatura. Em uma agência bancária, uma eleitora minha chegou e disse: “Paulo, votei em você, mas, se continuar apoiando este movimento, eu não voto mais”. Por isso, em consideração às pessoas que votaram em mim, eu pedi a retirada da minha assinatura”, explicou o edil.
 

Foto: Lauane de Melo/Clickfoz
Todos os 15 vereadores estavam presentes

Já o vereador Dilto Vitorassi (PV), diz estar preocupado com os gastos exorbitantes da folha de pagamento da Câmara. “Para mim a questão de serem 15 ou 21 vereadores é secundária. O importante é frisar os altos custos que este poder legislativo tem. Acredito que os gastos devem ser enxugados pelo menos entre 4 a 6 milhões de reais ao ano. Aumentando o número de vereadores, não tem este enxugamento. Mas, se os outros colegas quiserem fazer a proposta de extinguir 15 cargos comissionados que não tem necessidade, em um segundo plano, até podemos discutir os 21 vereadores”, argumentou Vitorassi.
 

Foto: Lauane de Melo/Clickfoz
Público compareceu em peso na sessão de hoje

O advogado Fabiano Ferreira dos Santos foi um dos populares presentes na sessão de hoje e assim como a maioria da população, não aprova a emenda. “Esse projeto não foi discutido com a sociedade. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, proporcionalmente é que mais gasta em todo o interior do Estado do Paraná. Este projeto pode até ser legal, mas, não é moral. Há duas sessões eu estava presente e eles falaram o tempo todo em tapar buraco e colocar lombadas. Nós não precisamos de mais vereadores apenas para isso. Nós não podemos aceitar isso”, desabafou.
 

Foto: Lauane de Melo/Clickfoz
Advogado é contra o aumento: "Nós não podemos aceitar isso", disse Fabiano

O autor da emenda Hermógenes de Oliveira “Mogênio” (PMDB) entrou com um “pedido de vistas” (Instrumento regimental concedido somente aos membros da Comissão, para que possam analisar mais detalhadamente o projeto). Quatro parlamentares votaram contra. Mesmo assim, o pedido foi aprovado. Os vereadores devem reapresentá-lo no próximo dia 31. Caso 10 dos 15 não assine a favor, a emenda deve ser retirada.

 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz