contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Autodefensores das APAEs recebem apoio da Câmara Municipal Presidente do Legislativo, vereador Zé Carlos, pediu para que a Federação encaminhe a relação de ações que serão tomadas após encontro

Presidente do Legislativo, vereador Zé Carlos, pediu para que a Federação encaminhe a relação de ações que serão tomadas após encontro


Por: Leca

Publicado em:

Foz do Iguaçu foi palco, dias 3 e 4 de outubro, do 2º Encontro Estadual de Autodefensores das Apaes do Paraná. O encontro estadual tem como objetivo tabular propostas para dar base ao Fórum Nacional de Autodefensores, em São Luiz, no Maranhão. O presidente da Câmara, vereador Zé Carlos, o 1 º vice-presidente, vereador Coquinho, e o 2º secretário, vereador Paulo Rocha participaram da abertura do evento ocorrida na quinta-feira (3) à tarde no hotel Carimã.

Foto: Divulgação
Autodefensores das APAEs recebem apoio da Câmara Municipal

 

Zé Carlos fez parte da mesa de abertura. Em seu pronunciamento, o parlamentar destacou a importância das ações dos autodefensores, que são as vozes das Apaes de todo o Brasil. “Estou aqui para ratificar o apoio do Legislativo iguaçuense em relação aos anseios e necessidades das associações. Tanto assim, que peço que ao final desse encontro , a coordenação me encaminhe a Carta de Foz para que possamos analisar e encaminhar as reivindicações junto ao Poderes competentes”, disse o parlamentar desejando a todos os presentes um excelente evento e estada na cidade.

Os vereadores também criticaram a proposta incluída no novo texto do Plano Nacional de Educação. “Isso tende para uma visão discriminatória e coloca em conflito o trabalho e competência de todas as entidades sociais que desenvolvem ações integradas e de inclusão aos nosso alunos especiais”, ponderaram.

Os representantes das escolas especiais pedem que seja aprovado o texto original da meta quatro do PNE, que sugere que alunos de 4 a 17 anos com necessidades especiais sejam preferencialmente matriculados na rede regular de ensino. A medida, no entanto, garante o suporte público para as escolas especiais. A nova proposta, sugerida pelo senador José Pimentel, prevê a inclusão obrigatória e proíbe, de forma indireta, os repasses públicos para essas entidades.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz