contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Autodefensores das APAEs recebem apoio da Câmara Municipal Presidente do Legislativo, vereador Zé Carlos, pediu para que a Federação encaminhe a relação de ações que serão tomadas após encontro

Presidente do Legislativo, vereador Zé Carlos, pediu para que a Federação encaminhe a relação de ações que serão tomadas após encontro


Por: Leca

Publicado em:

Foz do Iguaçu foi palco, dias 3 e 4 de outubro, do 2º Encontro Estadual de Autodefensores das Apaes do Paraná. O encontro estadual tem como objetivo tabular propostas para dar base ao Fórum Nacional de Autodefensores, em São Luiz, no Maranhão. O presidente da Câmara, vereador Zé Carlos, o 1 º vice-presidente, vereador Coquinho, e o 2º secretário, vereador Paulo Rocha participaram da abertura do evento ocorrida na quinta-feira (3) à tarde no hotel Carimã.

Foto: Divulgação
Autodefensores das APAEs recebem apoio da Câmara Municipal

 

Zé Carlos fez parte da mesa de abertura. Em seu pronunciamento, o parlamentar destacou a importância das ações dos autodefensores, que são as vozes das Apaes de todo o Brasil. “Estou aqui para ratificar o apoio do Legislativo iguaçuense em relação aos anseios e necessidades das associações. Tanto assim, que peço que ao final desse encontro , a coordenação me encaminhe a Carta de Foz para que possamos analisar e encaminhar as reivindicações junto ao Poderes competentes”, disse o parlamentar desejando a todos os presentes um excelente evento e estada na cidade.

Os vereadores também criticaram a proposta incluída no novo texto do Plano Nacional de Educação. “Isso tende para uma visão discriminatória e coloca em conflito o trabalho e competência de todas as entidades sociais que desenvolvem ações integradas e de inclusão aos nosso alunos especiais”, ponderaram.

Os representantes das escolas especiais pedem que seja aprovado o texto original da meta quatro do PNE, que sugere que alunos de 4 a 17 anos com necessidades especiais sejam preferencialmente matriculados na rede regular de ensino. A medida, no entanto, garante o suporte público para as escolas especiais. A nova proposta, sugerida pelo senador José Pimentel, prevê a inclusão obrigatória e proíbe, de forma indireta, os repasses públicos para essas entidades.

Recomendado para você

Anúncio

Promoção natal ACIFI

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz