contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

BR 277 é a quarta mais violenta do Brasil Dados são da Polícia Rodoviária Federal; Em 2012, houve uma morte para cada 3,3 quilômetros de rodovia

Dados são da Polícia Rodoviária Federal; Em 2012, houve uma morte para cada 3,3 quilômetros de rodovia


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

No último sábado, 01, um rapaz de 17 anos morreu quando retornava para casa de bicicleta. O jovem identificado como Claudemir Felicio Correia, transitava pelo acostamento da BR 277, no município de Medianeira, quando foi atropelado por um ônibus que saiu de Foz do Iguaçu. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o veículo levava uma grande quantidade de cigarros contrabandeados do Paraguai. Após o trágico acidente, cerca de 100 pessoas bloquearam a rodovia e atearam fogo em madeira e pneus em sinal de protesto.

Infelizmente, todos os dias, centenas de colisões como estas acontecem em várias estradas brasileiras.  E uma das rodovias que mais ocorre fatalidades como na do caso de Claudemir, é justamente, a BR 277, principal ligação entre Foz do Iguaçu e Curitiba.

Conforme apontam dados da Polícia Rodoviária Federal, conseguidos por meio da Lei de Acesso à Informação, a 277 é a quarta mais perigosa do país. 

Em 2012, houve uma morte para cada 3,3 quilômetros de rodovia. Em toda a sua extensão, aconteceram 5.246 acidentes, 3.141 pessoas feridas e 235 mortos.

Foto: Arquivo
Região de Foz do Iguaçu registrou queda de 16% no número de vítimas fatais em comparação com 2012

Na circunscrição da Delegacia de Foz do Iguaçu, em 2013, ocorreram 1.247 acidentes e 44 óbitos. No ano passado, houve uma diminuição de 8% no número de colisões e 16% no índice de vítimas fatais, em comparação a 2012.

Apesar de ser considerada uma das mais perigosas do país, a PRF garante que uma maior presença policial na rodovia, a fiscalização da lei seca, a duplicação de parte da BR, o fortalecimento das campanhas e informativos sobre o trânsito, ajudaram a diminuir os índices negativos nesta rodovia. “Com a continuidade do trabalho, esperamos que os números sejam ainda melhores em 2014”, disse o assessor de comunicação da PRF em Foz, Raone Nogueira.

 

 

 

 

 

    Lauane de Melo é repórter do Clickfoz e editora
    de imagens da Rede Massa. Para interagir com a 
    jornalista, siga ela no Twitter e no Facebook.

 

 

 

 

 

Recomendado para você

Anúncio

Promoção natal ACIFI

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz