contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Brasileiros e paraguaios defendem ponte bimodal entre Foz do Iguaçu e Paraguai


Por:

Publicado em:

A construção de uma ponte bimodal sobre o rio Paraná, ligando o Brasil ao Paraguai, em Foz do Iguaçu, proposta pelo presidente da Ferroeste, Samuel Gomes, repercutiu na sexta-feira (25) nos dois países. O vice-ministro dos Transportes do Paraguai, Luis Maria Pereira, depois de conversar com Gomes, disse que “é de suma importância considerar a possibilidade de incluir o modal ferroviário” no projeto da segunda ponte sobre o rio Paraná entre Foz do Iguaçu e Puerto Presidente Franco, no lado paraguaio.

O presidente Lugo, do Paraguai, já constituiu uma comissão interministerial para agilizar a ligação ferroviária entre os dois países, informou Luis Maria Pereira, e para o vice-ministro “a ponte é o ponto mais crítico” do projeto. O Paraguai “está empenhado para que o modal ferroviário seja incluído e o Paraguai venha a fazer parte do corredor bioceânico”, complementou.

Já a consulesa do Paraguai para o Paraná e Santa Catarina, Lourdes Bogado, informou que pretende fazer um pedido de audiência formal ao governador Orlando Pessuti “para pedir a ele que se some ao esforço da Ferroeste e busque a aprovação do projeto da ponte com o modal ferroviário”. Para ela, essa será uma “via de transporte importante para a saída dos produtos agrícolas paraguaios tanto para o Brasil como para o mundo inteiro através do Porto de Paranaguá”.

A proposta da ponte bimodal também está sendo levada para a apreciação do Itamaraty, em Brasília, “a fim de que se verifique a possibilidade de atender à essa demanda da Ferroeste e da Ferrosul”, disse na quinta-feira (24) o chefe do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores no Paraná (Erepar), ministro Sergio Couri.

Para o vice-prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, a região sempre percebeu a necessidade de “ter um braço da Ferroeste chegando até Foz e que possa adentrar o Paraguai e formar o corredor bioceânico até o Pacífico”. Conforme o vice-prefeito, a “segunda ponte pode fazer parte desse corredor e é importante que seja colocada em pauta desde que não atrase significativamente o projeto”. Chico Brasileiro disse que pretende conversar com os vários segmentos da sociedade de Foz do Iguaçu para pleitear junto ao DNIT a viabilidade do modal ferroviário. “Não podemos perder essa oportunidade”, concluiu.

O próprio DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), segundo o presidente da Ferroeste, considera que é “técnica e juridicamente possível promover alteração no escopo do projeto da segunda ponte” para que ela seja construída com os dois modais, rodoviário e ferroviário, como era previsto no Memorando entre os Presidentes do Brasil e do Paraguai, que, posteriormente, foi alterado para permanecer apenas rodoviário. Para Gomes, esse foi “um erro estratégico, tendo em vista o avanço no processo de criação da Ferrosul e de integração ferroviária na América do Sul, mas que, felizmente ainda é passível de ser sanado”.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz