contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Cantora de Foz do Iguaçu assume direção musical de peça em São Paulo "Não vamos mais esperar. Vamos fazer nossas próprias coisas", conta Giovana Cirne

"Não vamos mais esperar. Vamos fazer nossas próprias coisas", conta Giovana Cirne


Por: Leca

Publicado em:

 
Olá, leitor. Já aviso que esta matéria vai começar em um tempo que ficou para trás. Com um pouco de imaginação, peço que você volte ao passado. Mais especificamente, à cidade de São Paulo do ano de 1968. Sim, durante a ditadura. Época em que ideias e ideologias eram motivos de confrontos e lutas.
 
Na capital paulista, existe a rua Maria Antônia, que divide duas universidades importantes: Mackenzie e USP, com pensamentos opostos sobre o regime militar. E, mesmo na oposição, Carolina e Pedro se apaixonam. Um casal "Romeu e Julieta" brasileiro.
 

 
Voltemos, agora, ao presente.
 
Essa é a história do musical "Se Essa Rua Fosse Minha – O Amor nos tempos de chumbo", em São Paulo. E o que você, de Foz do Iguaçu e região, tem a ver com isso? Bom, é que no meio da produção, está Giovana Cirne, 24, uma jornalista-cantora-artista da Terra das Cataratas. 
 
Giovana já está em São Paulo há um ano e meio, onde participou de espetáculos pela Teen Broadway e está em cartaz com a peça "Brincando na Neve". Em "Se Essa Rua Fosse Minha", aceitou o desafio de trabalhar atrás das cortinas. "Essa vida de ator de teatro, quando não global, é bem dificil. Mesmo pra quem já fez vários trabalhos e tem mais nome. Acontece uma audição, são várias fases, vários testes, e aí, um ‘não’. É tudo muito incerto. Tem que esperar de tempos em tempos abrirem audições e nem sempre voce tem perfil", conta. 
 
Foto: Leekyung Kim
Giovana Cirne no papel do boneco de neve Olaf, na produção "Brincando na Neve", em cartaz em São Paulo. Esse é o primeiro papel profissional da cantora

 

Por isso, era hora de começar a explorar outros ramos do teatro – até porque a veia jornalística pede por produção de conteúdo. "Essa vontade sempre existiu, e aumentou depois que eu conheci uma galera legal que também tinha o mesmo pensamento, a mesma vontade de ‘Não vamos esperar. Vamos fazer as nossas próprias coisas’. Com esse projeto, sinto que encontrei, ou comecei a encontrar meu lugar, sabe? Ainda é uma estrada longa. Vamos lutar por uma temporada ano que vem através de Lei de Incentivo (ProAc) Mas é um projeto muito especial pra mim por motivos diversos. É meu primeiro trabalho com direção musical, é um tema que acho que não deve nunca ser esquecido e é com um monte de amigo, gente que admiro como artista e pessoa."
 

Foto: Divulgação
Na foto esquerda superior, Giovana, com o violão, dirige musical 
 
A produção ainda está na fase de ensaios e entra em cartaz em dezembro. Mas, para tudo isso se manter (pagar aluguel, iluminação figurinos e divulgação), o projeto precisa de apoio. Através de um site de financiamento coletivo, qualquer internauta pode investir no espetáculo. "Muita gente que tem uma história boa pra contar, mas não tem grana ou mesmo patrocínio, encontra no Catarse, uma maneira de divulgar seu projeto e conseguir levantar a grana necessária. O sistema de financiamento coletivo ainda é meio desconhecido no Brasil, mas na Europa já é bem popular. As pessoas tem medo de apoiar. Mas é como fazer uma compra online. Só que, no caso, apoiando cultura", explica Cirne.
 
 
 
Para apoiar a peça, clique aqui.
 
"A peça entra em cartaz em dezembro e, logicamente, todos os amigos de Foz estão CONVOCADOS", brinca e finaliza a, agora, diretora. 
 
SERVIÇO
Espetáculo "Se Essa Rua Fosse Minha – O Amor nos Tempos de Chumbo"
Local: Teatro Anhembi Morumbi – São Paulo
Data: 10 e 11 de dezembro
Hora: 20h30
 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz