contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Caso da estudante Martina está “praticamente encerrado” Durante coletiva de imprensa nesta manhã, 10, Polícia Civil divulgou nome do acusado e imagens do local onde ocorreu o homicídio

Durante coletiva de imprensa nesta manhã, 10, Polícia Civil divulgou nome do acusado e imagens do local onde ocorreu o homicídio


Por: Leca

Publicado em:

Durante uma coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira, 10, o delegado da Delegacia de Homicídios de Foz do Iguaçu, Marcos Araguari, revelou que “o caso da Martina está praticamente encerrado”. Na ocasião, juntamente com o delegado adjunto, Geraldo Evangelista, Araguari anunciou que Jeferson Diego Gonçalves, 30 anos, visto com a estudante Martina Piazza Conde , 26, na noite do crime, é o culpado.

Foto: Letícia Lichacovski / Clickfoz
Delegados Marcos Araguari e Geraldo Evangelista divulgam dados do caso da estudante Martina

 

As imagens do circuito interno do edifício onde o corpo da uruguaia foi encontrado na última quinta-feira, 6, mostram os dois chegando juntos, com sacolas de mercado, às 4h30. Menos de uma hora depois, Jeferson aparece saindo sozinho. Gonçalves tem passagens pela polícia, mas são segredos de justiça.
 

Imagem de divulgação
As imagens do circuito interno do edifício mostram Martina e Jeferson chegando juntos às 4h30; às 5h20, o rapaz é visto indo embora sozinho, com o que aparenta ser uma chave na mão

 “Houve um excesso de violência. A jovem foi encontrada com um fio de energia enrolado no pescoço, que estava quebrado. Isso indica muita força usada. Não há, no entanto, indícios de violência sexual. Jeferson está sendo acusado por homicídio qualificado e pode pegar 30 anos. Já foi emitido um mandado de prisão preventiva, mas o rapaz está foragido”, explica o delegado.

Imagem de divulgação
Jeferson Diego Gonçalves, 30 anos, é procurado pela polícia

Conforme relatos de amigos, eles teriam se conhecido em uma festa horas antes do ato. Martina teria ligado para o rapaz, que não possui nenhum vínculo com a universidade, chamando-o para se encontrar com ela. As lacunas remanecentes do caso só poderão ser preenchidas quando conseguirem interrogar o acusado.

 

O caso – Martina era tida como desaparecida desde o domingo de carnaval, 2 de março, quando foi vista pela última vez. Na noite de quinta-feira, 6, a estudante foi encontrada morta no apartamento  de amigos.

A jovem veio de Montevidéu, capital uruguaia, para estudar Antropologia na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz