contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Casos de dengue levam CCZ a reforçar campanha de combate ao mosquito A ação ganha reforço com o início das atividades de 60 novos agentes de endemias

A ação ganha reforço com o início das atividades de 60 novos agentes de endemias


Por: Leca

Publicado em:

Foto: Divulgação/AMN
355 casos confirmados da doença e 1.384 notificações

Uma jovem de 19 anos, que já está em casa completamente recuperada, foi detectada com a dengue tipo 4, em Foz do Iguaçu. Esse foi o primeiro caso registrado na cidade. O vírus já estava circulando em outros estados, cidades e também no Paraguai. A identificação desse subtipo da doença leva a Secretaria da Saúde de Foz, a intensificar o pedido de colaboração dos moradores, para que evitem criadouros do mosquito Aedes Aegypti.

O município tem feito a parte dele com campanhas e visitas às residências para orientar sobre o combate ao mosquito. A partir desta sexta-feira (15), essa ação ganha reforço com o início das atividades de 60 novos agentes de endemias. A partir das 8h30, eles estarão no Centro de Controle de Zoonoses – CCZ para treinamento teórico e prático. Isso será feito até sábado (16), na segunda-feira (18), os agentes sairão a campo atuando nas visitas rotineiras às casas dos moradores, no serviço de prevenção nos bairros da cidade.

Até esta quinta-feira (14), Foz do Iguaçu tinha 355 casos confirmados da doença e 1.384 notificações. De acordo com o secretário da Saúde, Odair Silveira, “as pessoas que apresentarem pelo menos dois sintomas da dengue devem procurar a unidade de saúde mais próxima da sua casa. Todos nossos postos seguem o protocolo do Ministério da Saúde, que tem como prioridade evitar complicações da doença e que podem levar a uma piora no quadro de saúde do paciente e até ao óbito”, ressalta o secretário.

A dengue é uma doença infecciosa que é causada por um vírus, que tem quatro tipos. Cada vez que uma pessoa é contaminada por um subtipo, adquire imunidade permanente contra ele. Isto é, quem teve dengue tipo 1, pode contrair a doença novamente  mas não terá nenhum sintoma.  O problema é que o vírus tipo 4 só chegou à Foz   este ano, com isso, poucas pessoas contraíram este determinado subtipo da doença, e por falta de imunidade da população, as chances de ocorrer mais casos é possível.

Os agentes do CCZ afirmam que dengue tipo 4,  não é mais perigoso que os demais, mas a preocupação é com a possibilidade de avanço da doença. “Por isso cada morador deve se transformar em um agente de endemia e ficar atento em casa, para que nenhum tipo de objeto, material, entulho acumule água”, pede o secretário Odair.

Além das visitas casa a casa feitas pelos agentes de endemia, o município está contando com três carros fumacê, que estão percorrendo os bairros onde existem maiores índices de criadouros do Aedes Aegypti. No começo da manhã e no fim da tarde  o combate com esses carros são realizados principalmente na região do bairro Três Lagoas, Cidade Nova  e Maracanã.

O coordenador do combate à dengue, André Leandro, informou que os fumacês vão ganhar reforço da aplicação costal. Os novos agentes de endemias num primeiro momento vão trabalhar nas visitas às casas, mas até o fim da próxima semana, 40 deles devem começar a fazer a borrifação que ajuda a matar o mosquito adulto e evitar que a fêmea coloque novos ovos.

Paralelo a isso a equipe de educação do CCZ está visitando escolas, creches e associações de moradores dos bairros identificados com aumento no número de criadouros. Eles orientam especialmente as crianças sobre os cuidados que devem ser adotados para não ter um criadouro em casa e ainda, onde buscar atendimento. Esses alunos das escolas municipais e também estaduais se transformam em multiplicadores da informação orientando a própria família  e a comunidade. Nesta sexta-feira (15), a equipe estará na Escola Municipal Três Bandeiras, no bairro Três Bandeiras. Vão trabalhar com as turmas do horário da manhã e tarde.

Sintomas da Dengue

Os sintomas de qualquer tipo de dengue, 1,2,3 ou 4, são os mesmos: febre, dor de cabeça, dor no corpo, manchas vermelhas, coceira, cansaço, sangramentos,  dor abdominal,  vômitos e mal estar. A dengue evolui em ciclos, por isso a necessidade de que a pessoa ao apresentar pelo menos dois desses sintomas procure imediatamente o posto de saúde. Apenas hidrate-se e na tome nenhuma medicação sem orientação médica.  As equipes que atendem estão treinadas para diagnosticar os casos e fazer o encaminhamento correto para tratamento.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz