contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Casos suspeitos de Zika Vírus triplicam em Foz do Iguaçu Divisão de Epidemiologia já monitora seis pacientes com sintomas como conjuntivite e manchas vermelhas na pele

Divisão de Epidemiologia já monitora seis pacientes com sintomas como conjuntivite e manchas vermelhas na pele


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

A Divisão de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde (SMSA) informou hoje que está monitorando seis casos suspeitos de Zika Vírus em Foz do Iguaçu. Três pacientes estão internados em hospitais da cidade. O número triplicou desde o começo da semana, quando havia duas pessoas com sintomas da doença, como conjuntivite e manchas avermelhadas na pele.

O aumento do índice de casos suspeitos está relacionado ao alerta do departamento de Vigilância em Saúde para as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Prontos Atendimentos 24h e hospitais do município. “Pacientes que apresentem apenas um dos sintomas já são classificados como suspeitos e encaminhados para exame”, afirmou o enfermeiro Roberto Doldan.

Dos seis pacientes, três foram internados por outras causas, mas apresentavam algum sintoma do Zika Vírus, cinco são do sexo feminino e três são crianças com idade inferior a 10 anos. Há no grupo ainda uma gestante, no primeiro trimestre de gravidez, atendida no PA do Morumbi. “Essa paciente teve resultado positivo para dengue, descartando a possibilidade de Zika”, informou Doldan. 

Os pacientes monitorados moram nos bairros Vila C, Jardim Califórnia, Portal da Foz, Jardim Elisa, Centro e Jardim Califórnia.

Prevenção – O Zika Vírus é uma doença infecciosa transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue. Não há vacina para ambas as doenças e a única forma de se prevenir é eliminando o inseto e seus criadouros. Desde o dia 30 de novembro o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) coordena um grande mutirão de combate ao mosquito. “A participação da população é fundamental para que não tenhamos uma epidemia no ano que vem”, disse o médico veterinário André de Souza Leandro, chefe do CCZ.

Em média, 200 agentes de endemias e de saúde percorrem diariamente os cinco Distritos Sanitários da cidade, levando orientações aos moradores e auxiliando na limpeza de terrenos e quintais. Além disso, 13 veículos fumacê espalham inseticida para combater os mosquitos adultos. “Precisamos unir os esforços, nos preparando para o verão que é o período em que os casos aumentam”, disse o Secretário Municipal da Saúde, Gilber Ribeiro. 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz