Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

CCZ divulga balanço parcial do mutirão da dengue em Foz Em quatro dias de ação, 11.035 locais foram vistoriados na região leste da cidade

Em quatro dias de ação, 11.035 locais foram vistoriados na região leste da cidade


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), divulgou o balanço parcial desta primeira semana de mutirão contra o mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. A ação batizada de Semana da Descontaminação na região leste em Foz do Iguaçu, teve 11.035 imóveis vistoriados entre residências, comércios, terrenos baldios, locais públicos e outros. 

De acordo com o supervisor geral do CCZ Eran Silva, o trabalho está sendo realizado em conjunto com o Exército, Marinha e Aeronáutica. Nesta semana participaram diariamente 100 soldados do Exército, 25 da Marinha, 10 da Aeronáutica e 45 Agentes de Endemias, além de 03 fiscais da Secretaria da Fazenda e 10 fiscais da Vigilância Sanitária. “Na próxima terça-feira (23) finalizamos esta ação na região leste (Morumbi) e teremos um balanço final. Na sequencia seguiremos com o mutirão contra o mosquito na região nordeste (Três Lagoas), onde contaremos com os Agentes Comunitários de Saúde”, explica.   

Conforme os dados, dos 94 comércios vistoriados, 69 foram autuados e multados. “A maioria das situações encontradas se referem ao lixo doméstico, ou seja, foram focos de mosquito encontrados em depósitos que podem ser removidos pelo próprio morador”, observa Silva. 

De acordo com o setor de Fiscalização da Secretaria da Fazenda, 24 terrenos baldios foram inspecionados, e geraram a emissão de multas aos proprietários. Ferros velhos, borracharias e depósitos de materiais recicláveis também foram multados.

Na avaliação do supervisor geral do CCZ, o mutirão tem um saldo positivo, no sentido de que a população está se conscientizando dos cuidados que se deve ter com o mosquito Aedes aegypti. Silva ainda destacou a importância da participação do setor de fiscalização neste trabalho. "A participação dos fiscais é que da o suporte e nos auxilia nesta ação, assegurando confiabilidade junto à população”, disse Eran Silva.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz