contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

CCZ faz alerta sobre golpes dos uniformes em Foz Segundo o Centro de Zoonoses, esta é uma informação falsa

Segundo o Centro de Zoonoses, esta é uma informação falsa


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Após boatos sobre o roubo de uniformes dos agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses de Foz do Iguaçu, o coordenador do Comitê da Dengue, André de Souza Leandro, faz um alerta desmentindo a situação. “Não houve nenhum roubo sequer de uniformes das nossas equipes. Esta é uma informação falsa. Os agentes de endemias continuam com o trabalho de vistoria nas residências para orientar os moradores a prevenir focos do mosquito da dengue”, disse.

Foto: AMN
Agentes continuam fazendo o trabalho normalmente, em busca de focos da dengue

Segundo o coordenador, muitos agentes encontram dificuldade para entrar nas casas, por isso o CCZ pede a compreensão dos moradores permitindo que o funcionário faça a vistoria necessária e, “em caso de dúvidas, os moradores devem cobrar a identificação do agente no ato da visita ou até mesmo solicitar a presença de um supervisor para confirmar que a equipe é credenciada pelo Município”, orienta.

Teste rápido – A Secretaria Municipal da Saúde recebeu kits para realização do teste rápido da dengue, o que, de acordo com André Leandro, “contribuem para o setor da epidemiologia na confirmação ou não da doença, medicando de forma mais rápida o paciente, e, agilizam as ações de campo, uma vez que o agente de endemia estará intensificando o combate ao mosquito nas áreas onde residem moradores com a dengue”, explicou.

Dados – Em Foz do Iguaçu, de cada 100 imóveis, oito têm a presença do foco do mosquito da dengue, o Aedes aegypti, os dados são do Comitê da Dengue que esteve reunido na última semana com a Vigilância Epidemiológica e demais representantes da Secretaria Municipal da Saúde para avaliar as ações de combate à dengue.

Para o coordenador do Comitê é possível controlar a proliferação do mosquito, basta a população se mobilizar e ajudar. “De cada 10 criadouros, oito são de fácil remoção, pois são criadouros em lixo doméstico, baldes e vasos de plantas. Pedimos a compreensão de toda a comunidade que verifique em suas casas qualquer recipiente que possa acumular água e evite deixar lixo e entulhos nos quintais. Precisamos que cada um faça sua parte”, orientou André.

Onde vistoriar – Em baldes e vasos de plantas, em lixo dentro de sacolas plásticas, mesmo orgânico ou reciclável, entulhos, e terrenos baldios. O CCZ alerta para que os moradores mantenham os quintais limpos, livres de qualquer suspeita de focos do mosquito da dengue.

 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz