contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Copagril aposta no emocional para vencer em Jaraguá O time de futsal de Marechal Cândido Rondon tem uma tarefa difícil pela frente em busca do título inédito da Liga Futsal: barrar a tricampeã Malwee em Santa Catarina

O time de futsal de Marechal Cândido Rondon tem uma tarefa difícil pela frente em busca do título inédito da Liga Futsal: barrar a tricampeã Malwee em Santa Catarina


Por:

Publicado em:

Foto: Beto Costa/CBFS
Segundo jogo da decisão da Liga Futsal será terça-feira (23) às 21h

Uma vitória separa a Malwe (SC) e Marechal/Copagril (PR) do título da Liga Futsal 2010. Enquanto o time catarinense, tricampeão da Liga, já está acostumada ao título, a equipe do Paraná quer continuar a fazer história na competição e, além de ser a primeira do estado na final, os rondonenses também querem ser os primeiros paranaenses a terminar uma temporada como a melhor equipe de futsal do país.

Para isso, a Copagril terá que ir à Jaraguá do Sul (SC) e enfrentar uma Arena Jaraguá lotada na próxima terça-feira (23/11), às 21 horas, no segundo e decisivo confronto entre as duas equipes. A tarefa não será fácil, mas, nas semifinais, o time paranaense conseguiu eliminar o São Caetano/Corinthians/Unip (SP) dentro de um Parque Sâo Jorge repleto de torcedores alvinegros.

No entanto, o técnico da Copagril, Marquinhos Xavier, trata logo de diferenciar as duas situações. "Lá era uma semifinal e agora é uma decisão de campeonato. Não quero que a equipe pense que porque conseguiu uma vez irá conseguir de novo, mas é claro que o otimismo que uma situação como essa traz é muito favorável", afirmou.

Segundo o técnico da Copagril, a força psicológica que a equipe demonstrou na partida em Sâo Paulo é importante em um momento como esse, pois demonstra o preparo para o confronto contra a Malwee. "A pressão que sofremos lá em São Paulo foi muito grande e a equipe se saiu muito bem, pois soube administrar. Isso é a prova que nosso emocional é bom e que podemos contar com essa força", explicou.

Além do lado psicológio, Marquinhos também conta com lado técnico da equipe. "Nosso time está em um bom momento na competição. Temos jogadores em grande fase e temos possibilidade de diminuir o favoritismo da Malwee mesmo jogando em Jaraguá", analisou.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz