contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Costa Cavalcanti realiza campanha de doação de órgãos O evento será realizado na próxima segunda-feira (27) no Cataratas JL Shopping

O evento será realizado na próxima segunda-feira (27) no Cataratas JL Shopping


Por:

Publicado em:

 Imagem: Divulgação

Em comemoração ao Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante, o Hospital Ministro Costa Cavalcanti preparou uma programação especial para o dia 27 de setembro, próxima segunda-feira.

A partir das 10h, a Comissão Intra-Hospitalar de Captação de Órgãos e Tecidos da Fundação de Saúde Itaiguapy estará no Cataratas JL Shopping lembrando da importância das doações e a credibilidade do trabalho da equipe.

Entre as atividades estão a entrega de panfletos informativos e de fitinhas verdes, símbolo da campanha. Segundo a enfermeira Ana Maria Seber, o grupo estará lá para sanar as dúvidas e explicar como são feitas as doações. “É bom lembrar que a campanha se estende durante toda a semana, de 27 de setembro a 03 de outubro, das 10h às 20h”, frisa a enfermeira.

Quem pode doar – Hoje, no Brasil para ser doador não é necessário deixar nada por escrito, em nenhum documento. Basta comunicar a família o desejo da doação, pois os órgãos só podem ser retirados após autorização familiar. Existem dois tipos de doador: o vivo e o cadáver. No primeiro caso podem ser doados um dos rins, parte do fígado, parte da medula óssea e parte do pulmão.

Já o doador cadáver é o paciente em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) com morte encefálica, geralmente vítima de traumatismo craniano ou AVC (derrame cerebral). Dele podem ser doados o coração, pulmão, fígado, pâncreas, intestino, rim, córnea, veia, ossos e tendão. Quanto à dúvida se o corpo fica deformado, a enfermeira garante que não. “É interessante lembrar, que quanto mais informações a população recebe sobre doações e transplantes menor o preconceito. A retirada dos órgãos é uma cirurgia como outra qualquer e o doador poderá ser velado normalmente”, explica Ana Maria.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz