contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

CREA-PR retoma fiscalização das propriedades rurais em todo Paraná A ação acontecerá em três partes distintas, de identificação, informações de linhas de crédito e distribuição de material orientativo

A ação acontecerá em três partes distintas, de identificação, informações de linhas de crédito e distribuição de material orientativo


Por:

Publicado em:

 

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR), por intermédio do seu Departamento de Fiscalização (DEFIS), começa a efetuar um novo procedimento de fiscalização na área da Agronomia, conforme Termo de Ajuste de Conduta firmado com o Ministério Público Federal em 2013.

A ação acontecerá em três partes distintas, sendo a primeira referente à identificação do proprietário, endereço da obra, cultura, safra, área cultivada e responsável técnico, entre outros. A segunda, por sua vez, engloba informações sobre o uso de linhas de crédito (PRONAF/DAP), o tipo de mão de obra usada na propriedade, se a mesma é arrendada ou não, se faz parte de cooperativas e se possui construções rurais. Por fim, a terceira parte da fiscalização consiste em distribuir material orientativo para propriedades regulares, e arrolar o profissional de propriedades com irregularidade, falta de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) ou onde seja constatado o exercício ilegal da profissão.

Pelo Termo, o CREA-PR, no exercício de seu poder de polícia e das atribuições legais constantes da Lei n˚ 5.194/66 e nas Resoluções do CONFEA, assume o compromisso de não autuar os agricultores familiares do Paraná, assim considerados aqueles que possuem DAP (Declaração de Aptidão) para o PRONAF-Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar e/ou se enquadrarem no que dispõe a Lei Federal n˚ 11.326/2006.

“Em relação aos pequenos agricultores familiares, a ação do CREA-PR se dará em caráter orientativo e cooperativo, através de visitas técnicas diferenciadas, não gerando quaisquer autuações por falta de responsável técnico ou exercício ilegal da profissão que digam respeito ao mero cultivo do solo”, explica a gerente do DEFIS do CREA-PR, Vanessa Moura.

Se nas visitas orientativas for constatado que o agricultor familiar não possui a DAP, ele será notificado e contará com o prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias, para providenciar a DAP e apresentá-la ao CREA-PR. Se a DAP não for apresentada no período estabelecido, o CREA-PR elaborará um relatório apontando tecnicamente a situação específica do agricultor visitado, sem prejuízo da possibilidade de apresentação da DAP a qualquer momento. “O agricultor que não se enquadrar na categoria ‘agricultura familiar’ será tratado como agricultor de mercado, sofrendo a ação fiscalizatória do Conselho”, acrescenta Vanessa.

Recomendado para você

Anúncio

Promoção natal ACIFI

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz