contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Criado o primeiro Parque Nacional Marinho do Paraná A região precisa ser mais conhecida, alerta pesquisador; nova unidade de conservação além de ser o primeiro parque nacional marinho do Paraná é o terceiro do Brasil

A região precisa ser mais conhecida, alerta pesquisador; nova unidade de conservação além de ser o primeiro parque nacional marinho do Paraná é o terceiro do Brasil


Por: Garon Piceli

Publicado em:

A biodiversidade da Ilha dos Currais, no Paraná, recebeu um grande incentivo à sua conservação nesta quinta-feira (20). A presidente Dilma Rousseff sancionou o projeto de lei que cria o Parque Nacional da Ilha dos Currais, localizado no território oceânico do Paraná, nas proximidades da Praia de Leste, na cidade de Pontal do Paraná [veja a localização no mapa]. A publicação no Diário Oficial da União (DOU) aconteceu na sexta-feira (21).

 

 

O novo parque nacional é a primeira unidade de conservação marinha do Paraná, sendo composto por três ilhas. A região foi indicada como área prioritária para conservação da Mata Atlântica e dos Campos Sulinos, na categoria de área de extrema importância biológica (PROBIO/MMA 2006). A criação do Parque Nacional Marinho dos Currais contribui para alcançar o objetivo de que, até 2020, ao menos 10% das áreas costeiras e marinhas devem ser conservadas por meio de áreas marinhas protegidas, conforme proposto pela Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), na 10ª Conferência das Partes (COP-10), em Nagoia, em 2010.

Apesar de ser uma grande vitória para a conservação, o pesquisador Allan Krelling, do Instituto Federal do Paraná, alerta que a região ainda precisa ser conhecida, pois há poucas informações sobre a biodiversidade local, sendo que apenas a avifauna do arquipélago foi estudada mais intensamente. Além da sua importância ecológica, o conjunto de ilhas é amplamente utilizado por pescadores artesanais do litoral do Paraná, que fazem da área um dos principais pontos pesqueiros do estado.

A partir desse cenário, o conhecimento da biodiversidade marinha e das atividades realizadas na região do arquipélago (pesca, mergulho e caça submarina, por exemplo) é muito relevante para a adoção de medidas de manejo eficientes. Esse é o grande objetivo do projeto “Currais”, que tem Allan Krelling como coordenador e apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.

“Estamos trabalhando em três linhas principais: biodiversidade, para compreender como está a situação dos recifes e demais espécies no arquipélago; usos, para entender a relação da biodiversidade com os diversos usos da região – como pesca, turismo e pesquisa; e gestão, para verificar a melhor forma de manejo e elaborar um documento com os principais usos e conflitos dos recursos na região”, explica Krelling.

 


A região
– O arquipélago de Currais é composto por três ilhas oceânicas: a maior ocupa 81% da área total emersa do arquipélago e o restante da área (19%) inclui dois pequenos rochedos. Além das ilhas, fazem parte do parque nacional quatro grupos de recifes artificiais localizados no seu entorno. A região é de extrema importância tanto pela biodiversidade marinha quanto pela utilização das ilhas por várias espécies de pássaros, que fazem seus ninhos e utilizam a região para reprodução.

Em virtude da importância para a conservação marinha, em 2002 foi elaborado o Projeto de Lei Nº7032 para a criação do Parque Nacional Marinho das Ilhas dos Currais. Aprovado em todas as instâncias, ele agora é confirmado pela sanção da presidente.

Sobre a Fundação Grupo BoticárioA Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é promover e realizar ações de conservação da natureza. Criada em 1990 por iniciativa do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, a atuação da Fundação Grupo Boticário é nacional e suas ações incluem proteção de áreas naturais, apoio a projetos de outras instituições e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação Grupo Boticário já apoiou 1.353 projetos de 465 instituições em todo o Brasil. A instituição mantém duas reservas naturais, a Reserva Natural Salto Morato, na Mata Atlântica; e a Reserva Natural Serra do Tombador, no Cerrado, os dois biomas mais ameaçados do país. Outra iniciativa é um projeto pioneiro de pagamento por serviços ambientais em regiões de manancial, o Projeto Oásis. Na internet: www.fundacaogrupoboticario.org.br, www.twitter.com/fund_boticario e www.facebook.com/fundacaogrupoboticario.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz