contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Diretor do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu rebate denúncias Jorge Yamakoshi, presidente da Fundação Municipal de Saúde, explana na tribuna e responde a questionamentos

Jorge Yamakoshi, presidente da Fundação Municipal de Saúde, explana na tribuna e responde a questionamentos


Por: Leca

Publicado em:

Foto: CMFI
Jorge Yamakoshi, presidente da Fundação Municipal de Saúde, explana na tribuna e responde a questionamentos

Depois de um longo período em que a saúde pública de Foz do Iguaçu, especialmente o funcionamento do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, foi tema de discussão nas sessões parlamentares, o Diretor- Presidente da Fundação, Jorge Yamakoshi, esteve na Câmara a fim de explanar a respeito da situação da unidade.

O gestor apresentou as ações internas que o órgão tem desenvolvido, tais como: Capacitação e Integração de todos os colaboradores; melhora na alimentação dos funcionários; criação de prêmio por assiduidade; criação de 15 Comissões: Infecção Hospitalar, Padronização de Medicamentos, Verificação de óbitos, dentre outras. As ações externas também foram destacadas, como: Campanhas de conscientização da higienização das mãos nas escolas municipais; campanha de doação e captação de órgãos e a campanha do Outubro Rosa.

Yamakoshi também enfatizou as ações emergenciais que tiveram de ser tomadas após o período de transição, dentre elas: alterações na estrutura física para acabar com alagamentos e vazamentos, pavimentação em algumas áreas, bem como comprar de medicamentos e materiais.

“Com relação ao Laboratório, quero reafirmar que nos informaram, quando assumimos, que a Prefeitura não forneceria mais esse recurso para o hospital. Nós terceirizamos o laboratório porque não tínhamos dinheiro para comprar equipamentos que custavam cerca de um milhão de reais”, ressaltou o gestor. Quanto ao surto da bactéria KPC, Yamakoshi
ressaltou que isso é comum nos hospitais, mas não tiveram nenhum óbito em virtude disso.

O Diretor Técnico do Hospital Municipal, Faisal Jomaa, fez perguntas ao Vereador Nilton Bobato (PC do B) e se posicionou contrário às denúncias que o parlamentar apresentou no que tange ao Hospital Municipal. “Venho manifestar minha indignação quanto à divulgação leviana a respeito do número de óbitos, infecção por KPC”.

O Vereador Nilton Bobato respondeu aos questionamentos, enfatizando que o problema que apontou é referente à gestão da unidade de saúde e não do trabalho dos funcionários. “Quanto as denúncias que eu tenho, são oriundas de alguns funcionários do Hospital e que se a Comissão de Inquérito fosse aberta, eu apresentaria. Mas, como ela não foi, não vou expor o nome dessas pessoas sem necessidade”.

Yamakoshi replicou: “Acho imprudente perguntar qualquer coisa às pessoas e não à Diretoria do órgão. Com relação aos documentos solicitados pela Câmara, nós estamos trabalhando, fazendo o Hospital funcionar, não temos condições de colocar uma pessoa especialmente pra fazer esse levantamento”.

 

Recomendado para você

Anúncio

Promoção natal ACIFI

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz