contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Doação de projetos da duplicação da BR-469, são protocolados Documentos foram entregues ao DNIT, em Brasília

Documentos foram entregues ao DNIT, em Brasília


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

O superintendente de Comunicação Social de Itaipu e vice-presidente do Fundo Iguaçu, Gilmar Piolla, protocolou na última sexta-feira, 08, em Brasília, o termo de doação dos projetos básicos e executivos de engenharia, assim como os estudos de viabilidade e a licença ambiental prévia, para a duplicação da BR-469, a Rodovia das Cataratas.

Acompanhado do deputado federal Fernando Giacobo, Piolla entregou os projetos ao diretor executivo do DNIT, Gustavo Adolfo Andrade de Sá. Segundo Piolla, agora será preciso trabalhar para viabilizar os recursos, para que as obras sejam incluídas no orçamento do DNIT do próximo ano.

O que são – Os projetos de duplicação da BR-469, a Rodovia das Cataratas, foram desenvolvidos pela Engemin, uma das mais conceituadas empresas de engenharia do Estado do Paraná, e seguem junto com o estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental, além da Licença Ambiental Prévia (LP) já autorizada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e do termo de anuência dos proprietários nas áreas onde as obras devem extrapolar a faixa de domínio.

Os projetos preveem a duplicação de 8,7 km da rodovia, que será alargada para os dois lados, a partir da pista existente, no trecho entre o trevo de acesso à Argentina e a entrada do Parque Nacional do Iguaçu, o que permitirá melhor aproveitamento da faixa de domínio do DNIT. Serão construídas avenidas marginais em boa parte do trecho, além de todas as interseções.

Estão incluídos, ainda, ciclovias dos dois lados da pista, duas passarelas de pedestres, dois passa-bichos, cinco retornos em nível com faixas extras de desaceleração e aceleração, um viaduto de acesso ao aeroporto, duas trincheiras, ponte elevada no Rio Tamanduá e uma rotatória nas proximidades da entrada do Parque Nacional do Iguaçu. O custo total da duplicação e das obras de arte está previsto em R$ 98 milhões.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Parceria

Categorias

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana
Logo do ClickFoz