contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Ecomuseu abre nova exposição em Foz do Iguaçu Luiz Carlos Nakasoni usa como tela placas de papelão e nos faz lembrar sobre a importância da reciclagem

Luiz Carlos Nakasoni usa como tela placas de papelão e nos faz lembrar sobre a importância da reciclagem


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Quando começou a pintar, há pouco mais de um ano, seguindo as linhas conhecidas de Romero Britto, Luiz Carlos Nakasoni, não imaginava que em pouco tempo já estaria em sua terceira exposição. Os quadros coloridos e cheios de camadas de Nakasoni poderão ser apreciados a partir das 19h desta quinta-feira, 10, quando será aberta a exposição de sua autoria “Arte sustentável: transformando o lixo”, no Ecomuseu de Itaipu.

A exposição, que tem curadoria de Tamiris Amâncio, da área de educação ambiental de Itaipu, lança um olhar sobre o que descartamos e como vemos o mundo em nossa volta. Feitas em papelão, as 16 obras reafirmam a necessidade de modificarmos nossa relação com o meio ambiente, além de reduzir, reciclar e reutilizar o que consideramos lixo.

Nakasoni começou a pintar como terapia. A primeira proposta foi copiar os quadros do artista pernambucano Romero Britto, com suas formas e cores características. Depois, deu um segundo passo. “Precisava criar um estilo próprio. Estudei bastante, vi outros artistas e comecei a fazer cortes nos papelões, criando as camadas nas obras”, diz.

As telas multicoloridas se orientam na proposta de arte pop, moderna e cheia de cores. Um leão com cabelo rastafári ou um índio de óculos escuros e fone de ouvido interagem com uma onça e um peixe com a anatomia à mostra. A santa colorida tem destaque no meio da sala e, para não esconder as raízes, os quadros imitando Romero Brito também estão presentes.

O que une esta miscelânea de cores é, além da própria onipresença delas, a temática da reciclagem. Um leão tem como tela uma porta que seria descartada. A juba do mesmo leão é feita de crachás de eventos antigos. “Tudo depende do material que tenho à mão e da ideia na cabeça”, explica.

O Ecomuseu de Itaipu está aberto de terça-feira a domingo, das 8h às 16h30. Os transportes do Centro de Recepção de Visitantes saem às 9h40, 11h, 14h, 15h40. O passeio dura cerca uma hora e a entrada custa R$ 10, com meia-entrada. Moradores dos municípios lindeiros ao lago de Itaipu não pagam (é necessário comprovante de residência). Mais informações aqui

 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz