contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Ecomuseu inaugura exposição de Potty Lazzarotto Mostras de Beto Candia e Haroldo Alvarenga também foram inauguradas

Mostras de Beto Candia e Haroldo Alvarenga também foram inauguradas


Por: Leca

Publicado em:

 
Na noite desta quinta-feira (16), dia em que completou 27 anos, o Ecomuseu recebeu empresários, artistas, professores e amantes da arte para a abertura de três exposições. Entre elas, Poty, poeta do traço, do artista paranaense Poty Lazzarotto. “Meu irmão dizia que suas obras não eram para ficar guardadas ou escondidas, mas expostas, como aqui”, disse o irmão de Poty, João Lazzarotto, presente na solenidade. 
    
A noite também foi de estreia para as mostras "Foz em Aquarelas", de Beto Candia, e "À mão livre", de Haroldo Alvarenga. As três exposições permanecerão abertas ao público até o dia 8 de fevereiro de 2015.
 
Foto: JIE
"Poty, poeta do traço" apresenta 105 gravuras e desenhos

 

"Poty, poeta do traço" apresenta 105 gravuras e desenhos aquarelados que têm como tema o trabalho e profissões. Todas são da coleção de João Lazzarotto. Dois videodocumentários também compõem a exposição: um com depoimentos sobre o artista e outro com o próprio autor falando sobre o seu trabalho.

 
Artista de Foz
    
A abertura da exposição À mão livre, do escultor iguaçuense Haroldo Alvarenga, que morreu em março de 2013, reuniu parentes e amigos. “Esta mostra é uma homenagem póstuma ao meu amigo Alvarenga. O maior artista que Foz já teve. Ele tinha uma sensibilidade muito apurada e isso é possível observar nos detalhes de suas esculturas”, disse o empresário Wádis Benvenutti.
    
Opinião semelhante é da professora Cesarina Steckel. Segundo ela, exposição como essa valoriza o artista e faz a sociedade não se esquecer de seus grandes nomes. “O povo tem memória curta. Não podemos deixar que esquecessem deste artista.”

Foto: JIE
À mão livre, de Haroldo Alvarenga, é composta por 17 esculturas

 

Para a mulher de Alvarenga, Leila, o objetivo foi fazer uma retrospectiva de todo o trabalho do marido. “Ele expôs em várias partes do mundo, mas uma exposição como essa nunca tinha ocorrido na sua cidade. Estou realizando um sonho dele. Quero muito que, a partir de agora, ela seja itinerante.”
 
A mostra é composta por 17 esculturas em cera, madeira e, principalmente, metal. Muitas das peças estavam espalhadas por Foz do Iguaçu. 
    
Foz em Aquarelas 
    
Outra mostra aberta nesta quinta-feira foi Foz em Aquarelas, do ilustrador paulista Beto Cândia, que ficou seis meses fazendo uma imersão em Foz do Iguaçu para ilustrar com aquarela os pontos turísticos e os principais prédios da cidade. Os 17 desenhos retratam o passado, presente e futuro de Foz. São paisagens como a Ponte da Amizade, as Cataratas do Iguaçu, vários ângulos da Itaipu, o Templo Budista e a Catedral de Nossa Senhora de Guadalupe.

Foto: JIE
Foz em Aquarelas, de Beto Cândia, apresenta 17 pinturas temáticas de Foz

Ele contou que é a segunda vez  que retrata os pontos turísticos de um lugar. O primeiro foi em Ribeirão Preto, São Paulo. “É uma forma bela e crítica de valorizar e divulgar os pontos fortes de um lugar. Valorizar a cidade”, afirmou. 

 
Poty, poeta do traço; Foz em Aquarelas e À mão livre.
Abertura: até 8 de fevereiro.
Local: Ecomuseu de Itaipu (Avenida Tancredo Neves, 6001 – Foz do Iguaçu. Telefone: 0800 645-4645)
Horário: terça a domingo, das 8h às 16h30
Preços: R$ 10 (integral) e R$ 5 (meia-entrada)
Mais informações: www.turismoitaipu.com.br

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz