contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Especialistas em superdotação falam sobre altas habilidades em Foz do Iguaçu Como entender os alunos com alta capacidade de inteligência e reconhecer os estudantes com grandes habilidades cognitivas foram temas abordados

Como entender os alunos com alta capacidade de inteligência e reconhecer os estudantes com grandes habilidades cognitivas foram temas abordados


Por: Garon Piceli

Publicado em:

As professoras Suzana Graciela Pérez Barrera Pérez, presidente do Conselho Brasileiro para Superdotação (Conbrasd), e Sheila Torma da Silveira, membro do Conbrasd, ministraram um curso na tarde de quarta-feira (1o) no hotel Bella Italia em Foz do Iguaçu para os funcionários das secretarias Estadual e Municipal de Educação. Na oportunidade as especialistas sobre altas habilidades no ensino falaram sobre a problemática que os alunos super dotados enfrentam nas salas de aulas. O evento foi uma realização do colégio Bertoni com apoio do hotel Bella Italia.
 
Fotos: Garon Piceli
"Uma das características da superdotação é a habilidade acima da média" diz a presidente da Conbrasd

De acordo com as professoras, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima que entre 3% e 5% da população brasileira seja superdotadas. “Então, eles estão presentes em todas as salas de aulas e classes sociais” dispara Pérez Barrera. “Por isso é importante saber lidar com essas pessoas” rebate Torma da Silveira.

Como reconhecer um aluno superdotado
Habilidades acima da media em alguma área do conhecimento em relação aos pares da mesma idade e origem social e cultural

Comprometimento com a tarefa, vontade de realizar, perseverança, concentração e alto nível de intelectualidade
 
Criatividade para pensar em algo diferente, ver novos significados e implicações, retirar idéias de um contexto e usá-las em outro
 
Características próprias
Senso de humor refinado
 
Curiosidade
 
Perfeccionistas
 
 
Sheila Torma da Silveira diz que a educação brasileira não está preparada para atender o aluno superdotado

Q.I.

Segundo a presidente do Conbrasd, o teste do Q.I. não é um avaliador em potencial para detectar que uma pessoa tenha alta habilidade e seja superdotada. “O Q.I. não diz nada sobre a criatividade, as vezes a pessoa tem uma memória boa seja culta, mas não tenha um QI alto. O importante é ter uma produção superior. O projeto individual e interesse é o que identifica, por vezes, a superdotação” revela Pérez Barrera.
 
Outra questão que também é confundida com a superdotação e a hiperatividade, porém as especialistas alertam que isso não é sinônimo. A explicação é que o superdotado é impaciente e não hiperativo.
 
A educação brasileira está preparada para atender esses alunos?
Sheila Torma diz que não, e isso é preocupante. “Há como reverter esse caso, temos que capacitar os professores para reconhecer rapidamente esse aluno e trabalhar suas habilidades. Os professores já recebem poucas informações nessa área, salvo algumas características. Quando o professor se depara com um aluno muito inteligente logo diz: ‘Assim está bom’, ‘Não preciso me preocupar’, mas na verdade isso faz com que o aluno perca o interesse, ele precisa de incentivo” diz.
 

Outro lado da questão refere-se à forma como o superdotado é visto na sociedade. Embora seja uma pessoa absolutamente normal, apenas com habilidades acima da média, a criança chega a ser considerada esquisita e pode ser discriminada pelos colegas e até por mestres.

A escola também precisa estar atenta a deficiência física da instituição. Se o aluno tem uma habilidade para a música é obrigação dos professores encaminharem essa capacidade.
 
Professores presentes no evento debateram sobre as questões levantadas. Um dos problemas foi o tempo de hora para cada aula. “45 minutos é pouco para detectar uma alta habilidade em um aluno em determinada aula”, disse uma docente no evento.
 
 

$(function(){
// esconde o conteúdo de “saiba mais” que fica no rodape da pagina
$(‘div#contentcolumn .relacionada’).hide();
// armazena o conteudo da div
var contentDivSaibaMais = $(‘div#contentcolumn .relacionada’).html();
$(‘div#contentcolumn .new-div-relacionada’).html(contentDivSaibaMais);
});

Revertendo essa situação 
Pérez Barrera diz que se a superdotação for avaliada e trabalhada com projetos diferenciados, monitoria para auxiliar os colegas com grandes dificuldades, projetos individuais, pesquisas, conteúdos programáticos e outros o desenvolvimento da educação subiria para um nível superior. “Para isso é importante socializar as ideias e os trabalhos de cada professor” conta.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz