Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Exposição marca duas décadas da Conscienciologia em Foz Mostra será aberta a comunidade e poderá ser visitada todos os dias

Mostra será aberta a comunidade e poderá ser visitada todos os dias


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Uma série de atividades culturais dá sequência à comemoração das duas décadas do Centro de Altos Estudos da Conscienciologia – CEAEC, no Bairro Cognópolis, em Foz do Iguaçu. Nesta sexta-feira, dia 30, a partir das 18h, será aberta a ExpoConscienciologia, mostra com objetos e painéis, que retrata a trajetória da Conscienciologia na cidade a partir do seu propositor, Waldo Vieira (1932-2015).

De caráter permanente, a exposição é aberta à comunidade e pode ser visitada todos os dias, das 9h às 12h e das 14h30 às 18h, na Holoteca do CEAEC. Os painéis apresentam uma síntese da trajetória de Waldo Vieira, do campus CEAEC e da Cognópolis Foz do Iguaçu, evidenciando também características da cidade de fronteira. Em vitrines estão expostas obras do propositor da Conscienciologia e documentos históricos da instituição.

O público também poderá apreciar objetos e livros do acervo das 304 coleções da Holoteca com destaque para temáticas relacionadas à natureza, humanidades, pacificação, cognição e parapercepções.

As atuais instalações da Holoteca disponibilizam para visitação e consulta um vasto acervo de livros, periódicos e impressos. Há também artefatos que retratam a expressão cultural de vários países. Atualmente, em instalações provisórias, os objetos serão expostos em espaço museológico apropriado, no futuro Megacentro Cultural Holoteca. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o prédio contará com galeria para abrigar exposições, biblioteca, espaços educativos, centro documental, salas multiuso, loja, restaurante, auditório e salas de trabalho e de uso cotidiano. Alinhado aos propósitos de descentralização e democratização do saber que caracterizam os centros culturais, o projeto transformará o bairro Cognópolis em uma espécie de museu a céu aberto.

A Praça da Paz é um desses espaços pensados no planejamento do museu ao ar livre. Na praça central do campus, foi erguido em 2013 um megálito, denominado monumento à Paz Mundial. Nesta sexta-feira, no local, será hasteada uma bandeira da Organização das Nações Unidas – ONU e inaugurado o monumento Rosa dos Ventos, com indicação de pontos cardeais e direções em que se encontram diversas cidades.      

Lançamentos – Prática bastante incentivada na comunidade conscienciológica, a escrita é destaque na programação das Duas Décadas. A Editares – Editora da Conscienciologia lança as obras Cognópolis, um lugar para se Viver, dos autores Kátia Arakaki e João Bonassi, o livroManual do Materpensene, de Guilherme Kunz e a revista Intercâmbio.

Outro periódico feito por voluntários, com lançamento previsto, é segundo número da revista Holotecologia, publicação bienal com artigos analíticos que retratam diferentes culturas e países. Nesta edição, textos destacam a vida do cientista da região trinacional Moisés Bertoni, do lexicógrafo francês Émille Littré e da escritora brasileira Nísia Floresta. A publicação ainda traz artigo assinado pelo prestigiado escritor venezuelano, Fernando Báez, sobre o Livro dos Mortos, do Antigo Egito, e uma entrevista relativa a temática dos provérbios com o lexicógrafo italiano Renzo Tosi, professor da Universidade de Bolonha. 

Instituição não governamental, apartidária e de cunho universalista, o CEAEC foi fundado no dia 15 de julho de 1995 por Waldo Vieira. Nessas duas décadas, a instituição atraiu para Foz do Iguaçu centenas de voluntários. A expansão do trabalho resultou na criação do Bairro Cognópolis, instituído em 2009 pelo decreto municipal 18.887, onde hoje estão 24 organizações conscienciológicas – associações civis sem fins econômicos com base no trabalho voluntário. O bairro também reúne condomínios residenciais e o Hotel Mabu Interludium Iguassu Convention.

 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz