contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Filme sobre terrorismo na Tríplice Fronteira pode estar a caminho José Padilha, de Tropa de Elite e Robocop, poderá assumir a direção; Wagner Moura atuará no longa

José Padilha, de Tropa de Elite e Robocop, poderá assumir a direção; Wagner Moura atuará no longa


Por: Garon Piceli

Publicado em:

Muito são as falacias sobre um filme de Terrorismo na Tríplice Fronteira desde os atentados em 11 de setembro de 2001. Em 2010, o Clickfoz publicou uma matéria comentando que os órgãos ligados ao turismo de Foz repudiaram “Triple Frontier”, supostamente o novo filme da cineasta Kathryn Bigelow, que havia acabado de filmar “Guerra ao Terror” no Iraque.

Em maio do mesmo ano, o jornal de circulação nacional na Argentina, El Clarín publicou uma nota em que o secretário de turismo, Enrique Mayer, manifestava sua profunda indignação com o filme.

O projeto foi engavetado em Hollywood e voltou a tona em 2011, quando o diretor dos sucessos nacionais Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, José Padilha, assumiu a direção de Robocop, que estreia esta semana no Brasil. O site especializado no cinema americano The Hollywood Repórter informou em maio de 2011 que José Padilha encabeçaria “Tri-Border”. Nick Schenk, roteirista de “Gran Torino”, estaria o responsável pelo roteiro.

"A ideia é ter um filme político escondido dentro de um de ação, que pode entreter e ensinar sobre a tríplice fronteira e o crime internacional, em geral", disse Padilha ao Hollywood Reporter. "É uma realidade distinta, em um ambiente totalmente diferente: a fronteira dos três países, em que se encontram as máfias italiana, chinesa e da Sérvia, a Bolívia, Colômbia e traficantes de drogas brasileiros”.

No pré-lançamento de Robocop, o cineasta deu mais detalhes sobre o trabalho e disse que ele está em pré-produção: “O roteiro é baseado em quatro personagens. Um deles é um brasileiro ‘formiguinha’ que trabalha para o contrabando. O outro é um americano do DEA [Drug Enforcement Administration]. Há também um personagem feminino que faz parte da espinha do Mossad [serviço secreto israelense], porque o Hezbollah também está lá! E há ainda um traficante colombiano expulso do tráfico, que descobriu que é mais fácil atuar na tríplice fronteira do que no seu país. A ideia é mostrar a loucura daquele lugar”.

Em recente entrevista ao site brasileiro Omelete Padilha disse: “Não sei se farei o filme da Tríplice Fronteira, mas o filme envolve terrorismo”, comentou. Assista aos 3:35: 

 

 

Foto: Divulgação
Em entrevista ao jornal O Globo, Wagner Moura disse semana passada que poderá atuar no filme sobre a Tríplice Fronteira com José Padilha. "É um projeto antigo do Zé  ainda sem título, mas com roteiro pronto", adiantou.

 

 


 

* Garon Piceli é editor do portal Clickfoz, coordenador do Iguassu Social Media e organizador do clube de humor Foz é uma Comédia Siga no Twitter: @garonpiceli

  

 

sss

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz