contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Formados em Foz do Iguaçu traçam perspectivas para 2014 Conversamos com 18 egressos que buscam um lugar ao sol no mercado de trabalho; será que os futuros profissionais tem o que comemorar?

Conversamos com 18 egressos que buscam um lugar ao sol no mercado de trabalho; será que os futuros profissionais tem o que comemorar?


Por: Garon Piceli

Publicado em:

“Ruim com ela, pior sem ela”. Ouvi muito esta frase antes, durante e após o término do meu curso superior de jornalismo (sim jornalista diplomada com muito orgulho)! É… convenhamos. Durante aqueles três, quatro ou cinco anos de formação, a vida de um acadêmico não é mesmo nada fácil.

No período da faculdade, fazemos vários amigos, participamos de muitas festas, ficamos noites sem dormir fazendo trabalhos e estudando para provas. Mas, a cima de tudo, aprendemos a profissão que escolhemos para exercer por uma vida toda.

Nesta época, também vem as piores indagações e anseios. O que farei depois de formado? Onde irei trabalhar? Será que vou conseguir? Não posso mais errar!

A mescla de alívio pelo fim de uma etapa e de medo pelo início da outra, é uma sensação aterrorizante. E como será que anda o mercado de trabalho na tríplice fronteira?

 

Será que a Terra das Cataratas, que completa 100 anos em 2014, está preparada para suprir as necessidades dos recém-formados da cidade?

O Clickfoz foi atrás desta resposta. Entrevistamos vários profissionais que acabaram de “sair do forno”, para entender quais são as suas perspectivas para Foz do Iguaçu nos próximos anos.

Confira o que pensa o futuro da tríplice fronteira a respeito:

 

“Pessoalmente falando, será um acréscimo muito grande na minha vida profissional, quer seja na área do direito ou jornalismo. Para cidade, vejo um futuro muito promissor, já que existe muita gente se qualificando em vários setores com suas pesquisas”

“Eu acabei de abrir uma franquia de uma agencia de intercâmbio em Foz. Então, as minhas expectativas são enormes. Mercado tem, é só a galera querer trabalhar. Ninguém nunca disse que Turismo seria fácil, que eu entraria em qualquer emprego ganhando 5 mil reais. Mas, para quem gosta da área, trabalhar com pessoas, vivenciar momentos, Foz é o lugar ideal para começar a carreira. O negócio do Turismo é que não pode ser acomodado, tem que ser pessoas pró ativas, de preferência com uma pilha extra!”

 “Eu espero que a área seja mais valorizada e que as pessoas reconheçam a importância dela no mercado”

 “Em minha área acredito que Foz não seja uma região com um mercado caloroso para profissionais em tecnologia. Com exceção do PTI (Itaipu) não vejo grandes oportunidades hoje aqui e acredito no mesmo futuramente. Nesta área se sobressaem as capitais e cidades grandes com maiores necessidades que o interior é claro. O mercado da região mesmo não sendo muito forte ainda assim sofre da deficiência em profissionais capacitados como em outros lugares no Brasil e por isso acho que alguns recém-formados conseguem sobreviver aqui. O inicio é difícil. Salário baixo é um dos pontos. A maioria só alcançou a satisfação profissional fora daqui”

 “A minha expectativa é ótima para a profissão de Fisioterapia. Hoje, apesar do número de profissionais formando por ano ser grande, vemos uma grande valorização do Fisioterapeuta para a população em geral e também para os outros profissionais da saúde que indicam o tratamento fisioterapêutico. Existe também uma gama de especialidades que deixam cada profissional de Fisioterapia em destaque dentro da sua característica profissional. Podendo optar em ser Especialista em Acupuntura, Dermatofuncional, Esportiva, do Trabalho, Neurofuncional, Oncologia, Respiratória, Traumato-ortopédica, Osteopatia, Quiropraxia, Saúde da Mulher, Saúde Coletiva e Terapia Intensiva. Por isso, creio em uma valorização cada vez maior para a nossa profissão e acredito ter muito sucesso dentro da especialidade que eu escolher atuar”

“O mercado é novo e pouco explorado então as perspectivas são ótimas, é claro que tudo que ainda não é muito conhecido causa certo medo. É difícil mudar hábitos enraizados há muito tempo, novas técnicas e formas de trabalho de organização podem mudar completamente o rumo de uma empresa. Existem muitas áreas que um designer de moda pode atuar que ainda não são muitos trabalhadas no mercado. Como há consultoria para empresas de moda na parte de criação, desenvolvimento de coleção, acompanhamento de mídia, produção. Empresas de vendas do varejo também estão se preocupando em melhorar a capacitação de seus funcionários para melhor atender o público que hoje é muito exigente e conhece de moda como nunca. O mercado de Foz do Iguaçu é bem promissor, com mais profissionais capacitados aumenta a troca de informações e de experiência, aumenta a concorrência e consequentemente a qualidade do trabalho prestado”

“Acredito que a profissão de enfermagem em Foz do Iguaçu ainda tem muito que melhorar (como em todo o país), desde a valorização dos profissionais pelas instituições, até mesmo dos profissionais que precisam lutar pelos seus direitos. Mas, vejo que essa mudança já está começando, pois a formação acadêmica esta focando mais nesses objetivos, incentivando o futuro profissional a se especializar e a ser mais critico diante das situações. Creio que os novos cursos de especializações que tem surgido na cidade venham a acrescentar muito para o crescimento e fortalecimento da profissão de enfermagem na cidade”

“Quatro anos de passaram e hoje posso dizer que tudo é uma incógnita, o futuro é incerto, mas, a esperança de poder dar voz a quem não tem voz é grande. Hoje temos liberdade de imprensa, mas não conseguimos mostrar a verdadeira CARA do nosso país. Os meios de comunicação se tornaram grandes empresas e hoje vivem para ganhar e não para informar. Entretanto, com as novas ferramentas de mídias no mercado, o papel do Jornalista pode estar mudando. Blogs, sites e até mesmo o Facebook, podem ser grandes aliados para nós Jornalistas expressarmos as ideias do que é certo ou errado, sendo assim formadores de opiniões. A minha expectativa é esta, poder ter um meio de comunicação que seja capaz de dar a oportunidade as pessoas que não são capazes de gritar com suas próprias vozes, desempenhando assim verdadeiro papel do Jornalismo”

“Por ser uma profissão recente no mercado, existe ainda uma necessidade de definir a identidade do engenheiro ambiental por parte dos órgãos fiscalizadores da área. Muitas funções dirigidas a nós especialistas do ramo são direcionadas a outros profissionais ou técnicos em busca de mão de obra barata. As maiores dificuldades encontradas em Foz, é que em vez de valorizar a mão de obra local, trazem profissionais de outras cidades e os cargos nomeados engenheiros são poucos e já estão ocupados, sendo necessário atuar como técnico ou estagiário. No geral, não somente em Foz do Iguaçu torna-se difícil firmar-se no mercado de trabalho, pois é uma profissão relativamente nova e as empresas ainda não perceberam todo o potencial deste profissional. Mas, ainda sou da opinião que Foz do Iguaçu não seja mais difícil que as demais cidades, haja vista que ainda temos um longo processo de industrialização a percorrer, que para o bom profissional nunca faltará campo para atuar”

“A maioria das empresas não só em Foz como em qualquer lugar não tem noção da importância da administração e de um administrador. Por motivos como este e outros como o fato de que na cidade a grande maioria das empresas são empresas familiares, e as que não são familiares são monopolizadas pelas famílias que dominam a tríplice fronteira. Acredito que a melhor expectativa para um administrador que não tem a ambição de abrir um negócio próprio é o concurso, como em muitas outras profissões. Precisamos torcer pra que a administração deixe de ser vista como aquele curso de quem não sabe o que estudar e as pessoas e empresas realmente tomem conhecimento sobre a importância de se ter uma boa gestão com pessoas qualificadas pra auxiliar nisso”

“Na minha área, creio que as expectativas para Foz do Iguaçu não são muito boas. Atualmente, tem apenas a Itaipu e Furnas como campo de trabalho. Entretanto, a Eletrobrás não faz concurso faz um tempo e não tem nenhuma previsão. Já a Itaipu também não se sabe quando abrirá concurso. Por enquanto, a melhor opção no momento é o mestrado na UNIOESTE”

“A expectativa aqui na cidade melhorou este ano, pois a empresa que trabalho esta crescendo e ganhando clientes em todo o Brasil. Mas, acredito que ainda falte apoio e organização para tornar a cidade referência em TI (tecnologia da informação) e, consequentemente, a criação de mais empresas”

“Minha expectativa é muito boa. Existem muitas empresas de confecção aqui em Foz e esta área cresceu muito. Isso só se falando em indústrias, onde um estilista e modelista é essencial para o bom funcionamento de uma empresa de confecção. Sem contar com as lojas, boutiques, etc. que veem hoje a necessidade de vitrinista ou um bom personal para atender melhor a sua clientela. O curso de Design de Moda abrange um leque muito grande de profissões que podem ser exercidas, eu, por exemplo, gosto muito de ensinar, sou professora de costura e modelagem na área industrial. A demanda para costureiras é muito grande aqui na cidade, todas as confecções precisam de mão de obra especializada”

“Foz do Iguaçu tem uma boa perspectiva de melhora no mercado de trabalho da construção civil com os grandes empreendimentos futuros, como a Av. Beira Rio e a UNILA, a cidade tende a crescer e consequentemente o número de obras pra quem está começando e também para quem já está estabelecido como profissional na cidade. Há ainda o fator de mentalidade da população, os profissionais da área de construção civil são em maioria, mal compreendidos. As pessoas entendem facilmente a importância de um médico quando vão a um hospital, mas não a opinião de um profissional da área da construção civil”

“Eu espero que os profissionais do setor de hotelaria qualifiquem-se mais. A tendência é que este segmento cresça em razão da predominância turística e os eventos captados pela cidade. É certo que o município e as associações devem unir-se com o intuito de conquistar mais eventos e turistas, e ainda fornecer condições de infraestrutura e segurança. Isso, sem dúvidas, aumentaria a economia e a ocupação hoteleira de Foz”
 

 “Penso que graças a Itaipu e a proximidade com o Paraguai a área da tecnologia da informação em Foz do Iguaçu é ampla. Com os avanços tecnológicos e demanda por mão de obra especializada nesta área, minha expectativa é sim muito grande. Sempre há quem necessite de um técnico em informática, certo? Seja como autônomo ou em empresas, e nunca falta oportunidade para quem se mantém atualizado e interessado em dar seu melhor no que faz”

“Expectativa zero, só concurso mesmo, porque para trabalhar em escola particular o professor ganha em média R$ 700,00 o dia todo. Assim, fica difícil sustentar uma família”

Pelo visto, a maioria dos novos profissionais acredita no potencial da Terra das Cataratas. Boa notícia né? Esperamos que nos próximos 100 anos, Foz do Iguaçu possa evoluir a cada ano, trazendo novas faculdades, mais profissionais e assim, fazendo com que o crescimento da cidade seja sempre contínuo. Desejamos a todos, sorte e muito sucesso nesta nova jornada!

Recomendado para você

Anúncio

Promoção natal ACIFI

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz