contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Foz Black Sharks joga bem e vence o favorito São Paulo Storm pela LBFA


Por:

Publicado em:

Jogando pela primeira vez em casa na Liga Brasileira de Futebol Americano, o Foz do Iguaçu Black Sharks não ligou para o favoritismo do adversário e venceu o São Paulo Storm por 20 a 9, no domingo (22), no estádio Pedro Basso. A vitória no confronto, válido pela segundo jogo dos Tubarões Negros no campeonato nacional da modalidade, deu a liderança para a equipe iguaçuense na Divisão Branca.

Com pouco mais de mil torcedores, o Black Sharks superou o favoritismo do atual vice-campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano. Mesmo com os desfalques importantes de Marcelo Somer e Bruno Matheus, os Tubarões Negros fizeram um bom jogo coletivo e fizeram valer o mando de campo.

“Tivemos uma manhã inspirada. Jogamos bem na defesa, no ataque, mas acho que a vitória veio, principalmente porque pressionamos o time deles o tempo todo”, avaliou o linebacker Helder Ludwig, um dos destaques do Black Sharks.

Para Ludwig, a vitória mostrou que os Tubarões Negros têm condições de fazer uma boa campanha na Liga Brasileira de Futebol Americano. “Nosso time cada vez mais mostra que tem condições de brigar entre os melhores. Hoje vencemos o vice-campeão nacional com propriedade. Isso mostra que o Black Sharks poderá sim brigar pelo título”, afirmou.

De fora em função de uma operação no punho esquerdo, Marcelo Somer, atleta e presidente da equipe, destacou a força dos Sharks diante da torcida. “Em Foz, nosso time é muito forte. A torcida comparece, apoia e isso dá ainda mais força aos nossos atletas. A vitória de hoje foi só uma prova que, aqui em Foz, será muito difícil parar os Sharks”, comentou.

Para o quarterback Yuri, o principal motivo da vitória foi a cumplicidade entre a defesa e o ataque dos Sharks. “Durante a semana trocamos bastante ideias sobre alternativas para parar o ataque e também superar a defesa deles. E deu certo. Nossa defesa neutralizou todas as alternativas do Storm enquanto o ataque, em alguns momentos, superou a defesa do adversário”, disse.

Os pontos do Black Sharks foram marcados por Bonato, Taurus e Yuri, com mais dois field goals (pontos extras) anotados por Yuri. Agora, o Black Sharks volta a campo apenas no dia 5 de setembro. O jogo será em Brusque contra o lanterna do grupo, o Brusque Admirals.

O jogo – O primeiro quarto mostrou a força dos sistemas defensivos das duas equipes. Tanto D´Moraes, dos Sharks, quanto o running back Manning, do Storm, um dos principais nomes do futebol americano no Brasil, não conseguiram avançar um bom número de jardas para as suas equipes e mantiveram o jogo bastante equilibrado.

No entanto, no segundo quarto as boas tramas ofensivas do Sharks começaram a dar resultado. Após uma boa campanha de ataque, o quarterback Yuri acertou um bom passe para o tight end Bonato já na end zone dos visitantes, abrindo o placar no estádio Pedro Basso. Na hora de anotar o ponto extra, um lance inusitado. O field goal do quarterback Yuri foi bloqueado pela defesa do Storm que avançou até a end zone do Black Sharks. Mas, como era ponto extra do Sharks, o Storm anotou apenas um ponto.

No terceiro quarto, o jogo coletivo dos Sharks mais uma vez mostrou resultado. Enquanto a defesa parava as investidas de Manning com eficiência, o ataque fazia bons avanços com as corridas de Yuri e D´Moraes. Mas, foi o running back Taurus quem ampliou o placar para os Tubarões Negros. Após uma boa combinação ofensiva, Taurus avançou 50 jardas para marcar mais um touchdown para a equipe iguaçuense. No ponto extra, Yuri converteu o field goal.

Sentindo o melhor momento na partida, o Black Sharks continuou a pressão, até que o Yuri voltou a brilhar. O quarterback conseguiu uma bela corrida pela lateral e anotou mais um touchdown para o Black Sharks, E, de quebra, anotou mais um ponto extra. Com isso, a equipe iguaçuense vencia por 20 a 1.

No último quarto, o São Paulo Storm esboçou uma reação. Mas, tanto o sistema ofensivo quanto o defensivo dos Sharks conseguiram controlar bem a partida e decretar a estreia em casa com vitória pela Liga Brasileira de Futebol Americano.

Placar
(BS) D’Moraes – 2º quarto – 6 x 0
(SS) Manning – 2º quarto – 6 x 1
(BS) Taurus – 3º quarto – 12 x 1 | (BS) Yuri – 3º quarto – 13 x 1 (field goal)
(BS) Yuri – 4º quarto – 19 x 1 | (BS) Yuri – 4º quarto – 20 x 1 (field goal)
(SS) Urlacher – 4º quarto – 20 x 7 | (SS) Urlacher – 4º quarto – 20 x 9

Final – Black Sharks 20 x 9 São Paulo Storm

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz