contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Saúde em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu em estado de alerta contra a dengue 12 bairros da cidade estão com o índice de infestação acima do recomendado pela OMS

12 bairros da cidade estão com o índice de infestação acima do recomendado pela OMS


Por: Assessoria

Publicado em:

ccz-dengue
O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal da Saúde (SMSA) divulgou nesta terça-feira, 22, o 4º Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) realizado este ano. Os dados revelam que, de agosto até agora, o número de criadouros do mosquito aumentou cerca de quatro vezes. Mas em comparação com o mesmo período do ano passado, o índice caiu pela metade. A maior parte dos depósitos (65%) foi identificada em pratos de vasos de flores, recipientes de água de animais domésticos e lixo acumulado nos quintais.

O LIRAa foi realizado entre os dias 8 e 16 de novembro e envolveu 130 funcionários do CCZ. O trabalho de verificação foi realizado em 4,7 mil residências, cerca de 5% do total. “É uma pesquisa feita por amostragem, cujas casas são sorteadas aleatoriamente, garantindo resultado satisfatório e confiável”, explicou o coordenador de Educação em Saúde, Thiago Cavalcante.

O Índice de Infestação Predial (IIP) do município atingiu a marca de 1,22%, ou seja, de cada 100 casas visitadas, uma tinha criadouros do mosquito. A região com o índice mais alto foi a do bairro Cidade Nova, com IIP de 3,11% (três casas com depósitos a cada 100 visitadas). As outras áreas com índice acima da média geral são Campos do Iguaçu (2,92%), Jupira (2,38%), Portal da Foz (2,27%), Jardim América (2,24%), Jardim São Paulo I (2,04%), Morumbi III (1,84%), Jardim São Paulo II (1,70%), Vila C Nova (1,64%), AKLP (1,34%), Vila Yolanda (1,12%) e Três Lagoas (1,02%).

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o IIP tolerável, com baixo risco para a população, é de até 1%. Entre 1% e 3,9%, a localidade é classificada como risco médio e estado de alerta. Índices superiores indicam alto risco de contaminação.

Os dados da pesquisa atual revelam aumento do número de criadouros comparados ao levantamento realizado em julho e divulgado em agosto deste ano, quando o IIP médio do município foi de 0,29%. “Em pouco mais de três meses, o índice cresceu quatro vezes, o que demonstra que parte da população não está fazendo a sua parte, esquecendo de eliminar os criadouros”, enfatizou Cavalcante.

A maioria dos depósitos foi encontrada em pratos de vasos de plantas e recipientes de água de animais de estimação (38%) lixo acumulado nos quintais (27%) e reservatórios de água de grande proporção, como tambores e toneis. “São pontos de fácil acesso ao morador, e os criadouros poderiam ser evitados com a limpeza correta e eliminação dos objetos que acumulam água”, disse o coordenador.

Comparado ao resultado do LIRAarealizado em outubro de 2015, a pesquisa atual revela queda no IIP. No ano passado, o índice geral da cidade foi de 3,61%, quase três vezes a média registrada agora. “Esse comparativo mostra que a população conhece os riscos e sabe como combater o problema, mas é necessário que todos tenham essa consciência, aumentando a proteção da própria família e da comunidade”, orientou Thiago Cavalcante.

ARMADILHAS

Além da verificação casa-a-casa, os agentes do CCZ trabalham também com a instalação de armadilhas que capturam a fêmea do Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zika vírus e chikungunya. O equipamento, desenvolvido no Paraná, usa apenas água para atrair os insetos. “As armadilhas possibilitam que possamos analisar os mosquitos capturados e verificar se eles estão contaminados e com que tipo de vírus”, explicou Thiago. A análise dos insetos capturados e congelados será feita em parceria com universidades do Paraná.

Recomendado para você

Anúncio

Promoção natal ACIFI

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz