contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu registra aumento da inadimplência em janeiro Percentual subiu 9% em comparação com o mesmo período do ano passado

Percentual subiu 9% em comparação com o mesmo período do ano passado


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

A inadimplência aumentou em janeiro, revela levantamento feito pela ACIFI (Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu). A análise aponta 3.270 inclusões e 1.629 exclusões no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). O percentual de inadimplência foi de 13%, sendo que no mesmo período do ano passado o percentual foi de 4%.

Em janeiro deste ano a inadimplência do comércio manteve a tendência de alta observada durante todo o ano de 2015, que fechou com um percentual médio de 9%. O aumento do endividamento dos consumidores e das famílias brasileiras parece ter sido uma das principais causas do crescimento da inadimplência.

Segundo Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio), o percentual de famílias com dívidas do cartão de crédito, carnês, financiamento de carro, crédito pessoal e financiamento imobiliário cresceu de 57% em janeiro do ano passado para 61% em janeiro deste ano.

Já o percentual de famílias inadimplentes, ou seja, que têm dívidas ou contas em atraso, chegou a 23% em janeiro deste ano, taxa superior aos 17% de janeiro de 2015. E o percentual de famílias que não terão condições de pagar suas contas também subiu de 6% em janeiro de 2015 para 9% em janeiro de 2016.

Contudo os dados da inadimplência local referem-se à média geral dos setores de comércio e serviços da cidade, por isso é muito importante ressaltar que os resultados podem variar significativamente de um segmento para outro.

Vendas – Em contrapartida, já em relação às vendas, ocorreu crescimento próximo aos 4% em comparação a janeiro de 2015. Também importa lembrar que a partir do segundo semestre de 2015 e neste primeiro mês de 2016, devido à alta do dólar, Foz do Iguaçu recebeu grande quantidade de consumidores dos países vizinhos.

Este fenômeno vem contribuindo para a sustentabilidade da economia local e, caso a tendência de alta da moeda americana se mantenha nos próximos meses, continuará auxiliando nas vendas e talvez também numa possível queda da inadimplência do comércio local.

Recomendações – O diretor-executivo da ACIFI, Dimas Braganolo, afirma que em tempos de austeridade e incertezas em relação à economia, é fundamental que os consumidores planejem com muito critério o seu orçamento para o ano e realizem suas compras a prazo de maneira ponderada.

“Do ponto de vista do comércio, nunca antes as ferramentas de proteção ao crédito foram tão importantes para garantir a saúde dos negócios, pois a realização de vendas a prazo requer uma análise profunda do consumidor. E no atual momento econômico, saber selecionar os bons pagadores é uma condição decisiva para a manutenção da saúde financeira de qualquer empreendimento”, afirmou.

 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz