contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu tem cinco representantes na Conferência Nacional de Cultura Evento acontece em Brasília no mês de novembro

Evento acontece em Brasília no mês de novembro


Por: Leca

Publicado em:

Os artistas, produtores e gestores culturais iguaçuenses obtiveram importantes resultados durante a III Conferência Estadual de Cultura, realizada no final de semana, no município de Guarapuava. No encontro, foram eleitos cinco representantes de Foz do Iguaçu à III Conferência Nacional de Cultura, que acontece em Brasília (DF), no mês de novembro.

Entre os eleitos ao fórum nacional, Evelyn Maguetta e Reginaldo Silva serão delegados, enquanto que Sandra Zotovici, Cláudio Siqueira e Amilton Farias serão suplentes. Ao todo, doze ativistas de diversos segmentos e linguagens atuantes no município participaram dos debates sobre os rumos da cultura do Paraná.

Foto: Divulgação
Representantes de Foz do Iguaçu e da Região Oeste durante a III Conferência Estadual de Cultura

 

“Cumprimos a nossa etapa municipal da conferência em julho, credenciando um grande número de delegados à plenária estadual. Considero todo  esse processo muito produtivo, pois ajuda a fortalecer os coletivos culturais e apresentar as reivindicações de nossa cidade no Paraná e no Brasil”, conta Arinha Rocha, presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) e diretora de Cultura da Fundação Cultural.

Outra conquista obtida na Conferência de Cultura foi escolha de delegados e suplentes das cidades da Região Oeste. Através de uma articulação envolvendo diversas localidades, foram eleitos à Conferência Nacional representantes de São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia, Toledo, Cascavel, entre outras cidades. 

Esta ação conjunta de Foz do Iguaçu com as demais cidades foi deliberada e orientada pelo Conselho Municipal de Cultura, em parceria com a Itaipu Binacional e a mobilização que a empresa realizou junto aos municípios que integram a chamada “Bacia Hidrográfica do Rio Paraná 3” (BP3). Todo esse trabalho tem como objetivo qualificar a luta a favor da descentralização e da interiorização das políticas públicas de cultura, além de ampliar e diversificar as representações locais nas instâncias superiores.

O artista de circo Reginaldo Silva, delegado eleito à Conferência Nacional, defende a manutenção da discussão coletiva para a definição de propostas a serem levadas ao encontro em Brasília. “Adotamos a opção de continuarmos as conversas e entendimentos para que os representantes da região permaneçam unidos e com propostas que expressem as necessidades de Foz do Iguaçu e dos os municípios vizinhos”, revela Reginaldo.

A delegação de Foz do Iguaçu participou da coordenação de grupos de trabalho e da formulação de várias propostas de âmbito estadual e federal. Entre as proposições iguaçuenses, está o pedido de democratização do processo de eleição do Conselho Estadual de Cultura (CONSEC), através de composição paritária entre integrantes dos governos e da sociedade civil, em processo eleitoral aberto, a ser realizado durantes as conferências do Paraná. Atualmente, o CONSEC é constituído através de encontros regionais, indicações e convites.

A III Conferência Estadual de Cultura teve a participação de 285 delegados de várias cidades do Paraná, além de suplentes, ouvintes e convidados. A plenária aprovou 32 proposições de âmbito estadual e nacional.

Fórum em Foz do Iguaçu – Durante o evento cultural, os produtores culturais iguaçuenses também se reuniram com coordenadores e integrantes dos Pontos de Cultura do Paraná, com o objetivo de definir a organização do Fórum dos Pontos de Cultural e a Teia Estadual do Paraná em Foz do Iguaçu. A ideia é promover os encontros em meados do mês de novembro.

“Com essa articulação, estamos dando um passo decisivo para que Foz do Iguaçu receba os fóruns estaduais, tão necessários para o fortalecimento dos Pontos de Cultura paranaenses”, resume Paulo Bogler, que integra o Ponto de Cultura Tirando de Letra, mantido pela Associação Guatá.

Moção – Os produtores, artistas e gestores culturais paranaenses ainda emitiram uma moção de apoio à Rede de Pontos de Cultura de Foz do Iguaçu, projeto mantido pela Prefeitura Municipal, através da Fundação Cultural e a Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Ministério da Cultura (MinC). No texto, a plenária artística e cultural considera a relevância dos projetos realizados pelas organizações sociais para a democratização do acesso à cultura entre a população.

A moção concedida pelos delegados presentes na Conferência Estadual aos Pontos de Cultura de Foz do Iguaçu ainda recomenda que o Poder Público e as entidades estreitem as parcerias e se apoiem mutuamente, buscando sempre a ampliação dos resultados e a qualificação dos projetos desenvolvidos. 

Recomendado para você

Anúncio

Promoção natal ACIFI

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz