contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Saúde em Foz do Iguaçu

Governo do Paraná assume oficialmente o Hospital Municipal Reunião entre os secretários estadual e municipal de Saúde marca a nova fase administrativa do HM

Reunião entre os secretários estadual e municipal de Saúde marca a nova fase administrativa do HM


Por: Assessoria

Publicado em:

hospital-municipal
O secretário municipal da Saúde de Foz do Iguaçu, André diBuriasco, recebeu hoje de manhã o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto. A reunião marca a entrada oficial do Governo do Paraná na gestão do Hospital Municipal Padre GermanoLauck. À tarde, integrantes da comissão administrativa já devem iniciar os trabalhos, elegendo prioridades como o pagamento dos funcionários e aquisição de insumos e medicamentos. O primeiro desafio é saldar o 13º salário dos colaboradores, cujo prazo vence hoje. O valor é de R$ 600 mil.

O decreto nº 477/2016, que dispõe sobre a formação, designação e atribuições do grupo à frente do HM, foi publicado ontem (29). A Comissão Administrativa de Intervenção será constituída por sete membros indicados pelo secretário de Estado da Saúde, sendo cinco titulares e dois suplentes. O coordenador da comissão é Moisés Warszawiak e os membros titulares são Luiz Gustavo Lorga, Elenir Moisés Bueno, Emy Fukuda e Luciana Winter, esta última servidora municipal de carreira e atual coordenadora de enfermagem do HM. “A participação de um funcionário da prefeitura foi um pedido do Conselho Municipal de Saúde que foi atendido pelo Estado, mas o Comus também vai acompanhar os trabalhos e decisões”, disse Buriasco. Os membros suplentes são Cintia Rueda Lorga e LetyciaScolano.

Caberá à comissão indicar medidas de ordem técnica, administrativa, jurídica e financeira para o restabelecimento do pleno funcionamento da entidade, emitindo relatórios de diretrizes e adotando providências cabíveis da direção do hospital. É função da comissão providenciar inventário dos bens e equipamentos, além dos respectivos laudos da situação do HM. O decreto também determina que a comissão avalie e aprove a programação referente a aplicação dos recursos provenientes dos serviços prestados ao Sistema Único de Saúde (SUS), bem como a adequação do quadro de pessoal e serviços do hospital. “O prazo da intervenção é de seis meses, mas diante das incertezas políticas de foz do Iguaçu, a intervenção poderá ser prorrogada por mais 180 dias”, disse Caputo Neto.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Parceria

Anúncio

Assine

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana
Logo do ClickFoz