Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Índia tem interesse em projetos de energia renovável da Itaipu Comitiva fez visita técnica na hidrelétrica nesta quarta-feira, 20

Comitiva fez visita técnica na hidrelétrica nesta quarta-feira, 20


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Representantes do governo da Índia e de algumas das principais empresas de energia do país (como a Power Grid of Indiae a Solar Energy Corporation of India) estiveram na Itaipu nesta quarta-feira, 20, interessados em estabelecer uma cooperação na área de energias renováveis. O grupo fez uma visita técnica e assistiu a uma apresentação do superintendente de Energias Renováveis, Cícero Bley, no Edifício da Produção.

Foto: JIE
Comitiva reuniu 15 dos principais executivos do setor elétrico indiano

A visita foi organizada pelas representações do Banco Mundial (BIRD) na Índia e no Brasil. Além da Itaipu, os executivos indianos também estão visitando a EPE, Cepel, ONS, entre outras instituições do setor elétrico brasileiro. “O principal interesse é ver como o Brasil integra fontes geradoras renováveis em sua matriz”, explicou Igor Andre Bastos Carneiro, consultor especialista em Transporte e Cooperação Sul-Sul do BIRD.

A Índia tem o ambicioso projeto de instalar 100 Gigawatts (GW) de energia solar e 150 GW de hidro nos próximos dez anos. “Além de saber como vocês fazem para ter confiabilidade no fornecimento de energia, temos um potencial relevante, de 60 GW, a ser explorado em cooperação com outros países, a exemplo do que brasileiros e paraguaios fizeram na Itaipu”, acrescentou Ashish Khanna, especialista-líder em Energia do BIRD na Índia.

Cícero Bley apresentou os projetos que vêm sendo desenvolvidos pela Itaipu, principalmente a geração de energia elétrica a partir do biogás produzido nas atividades agropecuárias. Bley lembrou da afinidade entre brasileiros e indianos na área, uma vez que o primeiro gerador a biogás do Brasil foi trazido da Índia.

“A Índia começou a trabalhar com biogás mil anos antes do Brasil. Mesmo assim, eles mostraram grande interesse no projeto do Ajuricaba (que atende a pequenos produtores rurais) e na agroenergia  a partir de uma visão de geração distribuída”, explicou Bley.

O secretário-adjunto do Ministério de Energias Novas e Renováveis da Índia, Tarun Kapoor, se disse bastante impressionado com Itaipu. Ele, que já trabalhou em uma hidrelétrica de 1.500 MW de capacidade instalada, elogiou a forma como a empresa trabalha nas ações de manutenção de suas unidades geradoras e no desenvolvimento tecnológico. “Itaipu é estonteante”, resumiu.

Ele também observou que, como a Índia tem o maior rebanho bovino do mundo, há um vasto campo para cooperação com a Itaipu para ampliar a produção de bioeletricidade naquele país. “Hoje, já contamos com uma capacidade instalada de 4 mil MW de eletricidade a partir de biogás, porém, apenas 60 MW são de geração distribuída”, acrescentou Kapoor.

Segundo Bley, a avaliação desse primeiro contato foi bastante positiva e a expectativa é que novas rodadas sejam realizadas visando ao estabelecimento de acordos de cooperação.

 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz