contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Ironman 70.3 premia vencedores das categorias amadoras Entrega dos troféus foi na manhã deste domingo (31), no Centro de Recepção dos Visitantes de Itaipu. Premiação da elite aconteceu no sábado (30)

Entrega dos troféus foi na manhã deste domingo (31), no Centro de Recepção dos Visitantes de Itaipu. Premiação da elite aconteceu no sábado (30)


Por: Garon Piceli

Publicado em:

Os atletas da categoria amadora do Ironman 70.3, que se destacaram no triatlo disputado no sábado, em Foz do Iguaçu, também foram premiados. Eles receberam troféus neste domingo (31), em solenidade no Centro de Recepção de Visitantes da usina de Itaipu. A premiação foi para os três melhores participantes das diferentes faixas etárias. Os atletas da categoria de elite receberam troféus logo após o encerramento das provas.

A categoria amadora representa a maior parte dos cerca de mil atletas que participaram da competição, uma das maiores provas de triatlo do mundo, que reúne 90 quilômetros de natação, ciclismo e corrida. O Ironman 70.3 foi disputado pela primeira vez em Foz do Iguaçu. A comissão organizadora e os atletas elogiaram a infraestrutura e a imponência da usina, onde ocorreram as provas de ciclismo e corrida. A competição de natação foi no reservatório de Itaipu.

Já com previsão de se tornar parte do calendário esportivo da cidade, o Ironman 70.3 também acontece em Brasília (março). No total, são cerca de 70 etapas desta competição no mundo todo. O 70.3 (70 milhas em três modalidades) representa metade do percurso da prova principal, o Ironman, que está no roteiro esportivo de 42 cidades de todo o mundo, entre elas Florianópolis (maio) e Fortaleza (novembro).

Os vencedores – Na categoria 60 a 64 anos, o argentino Huguito Guini ficou em primeiro (tempo 6h46m49s). O segundo foi Arthur Guerra de Andrade (6h58m17s). “Foi uma prova muito bonita, a mais linda do mundo. Acho que o mundial deveria acontecer aqui”, disse Huguito, de Buenos Aires, que participa de triatlo há 28 anos. E não pretende parar tão cedo. “Quando eu morrer, quero que coloquem o caixão depois da linha de chegada”, brincou.

Na categoria 55 a 59 anos, o pódio foi formado por Edmar Alves Martins (5h49m34s), Jorge Mayerle (6h33m36) e Paulo Marcos Ferreira (6h50m55s). Entre as mulheres, na categoria 50 a 54: Nádia Teixeira de Siqueira (6h33m54s) e Marina Jugue Chinem (7h41m39) foram as mais bem colocadas.

Outro argentino, este de San Juan, foi o vencedor na categoria 50 a 54 anos. Miguel Angel Sanchez terminou a prova em 5h13m59s. “Muito bonita a paisagem. Deu para competir e aproveitar a vista. Ano que vem eu volto”, disse Miguel. Marco Aurélio Santarlasci (5h25m02s) ficou em segundo e Edgardo Neni Maiorano (5h29m09s) em terceiro. No feminino, 50 a 54 anos, ficaram em primeiros: Hursula Machado (6h27m54s), Rosângela Santos (6h52h54s) e Mônica Bernardes (7h01m48s).

Os filhos de Claudinei Pires Simões, de Sorocoba (SP), acompanharam o pai na prova e na premiação. Claudinei venceu a categoria 45 a 49 anos com o tempo de 4h46m40s. “Foi ótimo, uma prova muito difícil, muito técnica. É bom porque privilegia os mais bem preparados”, disse, ao lado dos filhos Felipe, 6 anos, e Manuela, 3 anos. Marcos Muller (4h49m52s) foi o segundo e Marc Szleyzynger (4h5443s), o terceiro. Entre as mulheres, Cláudia Bernardo da Rocha (5h51m25s), Marília Rabello (5h58m12s) e Márcia Moribe (6h05m09s) formaram o pódio.

Na categoria 40 a 44 anos, os vencedores foram Eduardo Vani Fernandes (4h47m56s), Bernardo Liguori (4h51m27s), Leonardo Nicolas Giglio (4h59m14). No feminino, Márcia Willy (5h14m58s) foi a primeira, seguida por Fálvia Bondi (5h19m01s) e Cláudia Silva Daniel (5h28m49s).

Na categoria 35 a 39 anos, os vencedores foram Eduardo Jurcevic (4h4m0s), Marco Favero (4h41m45s) e Márcio Bernardo (4h49m23s). Entre as mulheres, a carioca Érica Gonçalves Bamberg (5h11m03s) foi a vencedora. “Prova duríssima. Tempo quente e muita subida. Não consegui imaginar que seria tão dura”, resumiu. Em segundo ficou Maria Tavares (5h41m22s) e, em terceiro, Erika Szpektor (5h45m06s).

O pódio da categoria 30 a 34 anos foi formado por Frederico Zacharias (4h38m30s), Ariel Lenharo (4h39m50s) e André Puhlmann (4h41m50s). No feminino, Flávia Meyer (5h23m17s), Mariana Brugger (5h25m42s) e Bárbara Duarte de Oliveira (5h28m22s).

Santiago Nicolas de Guio foi o vencedor na categoria 25 a 29 anos, com 4h47m32s. Ele foi seguido por Daniel Rodrigues (4h50m10s) e Roberto Costa Filho (4h55m08s). Entre as mulheres, Fabiana Moraes (5h17m23s), Caroline Raposo (5h38m51s) e Deborah Klabin (5h45m06s).

A categoria mais nova, entre 18 e 24 anos, teve Danilo Melo em primeiro lugar, com o tempo de 4h23m23s, seguido por Gustavo Santos (5h02m30s) e Guilherme Khoury (5h14m28s). No feminino, venceu a paraguaia Nicole Wood, de Assunção. “É minha primeira prova de triatlo e estou muito feliz com o resultado”, disse Nicole, que treinou a prova de nado no Rio Paraguai. Maria Paz Duarte (5h51m05s) foi a segunda e Ana Paula Mofarrej (6h13m41s), a terceira colocada.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz