Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Itaipu promove melhorias em trechos da Av. Tancredo Neves Instalação de faixas elevadas, novo calçamento, sinalização horizontal e ajuste na velocidade da via são as principais

Instalação de faixas elevadas, novo calçamento, sinalização horizontal e ajuste na velocidade da via são as principais


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Se a chuva dos últimos dias der uma trégua, a Divisão de Infraestrutura e Manutenção da Itaipu Binacional pretende concluir no começo da próxima semana uma série de melhorias em dois pontos movimentados da Avenida Tancredo Neves, principal via de acesso à usina hidrelétrica.

A mudança mais visível é a instalação de faixas elevadas para travessia de pedestres, uma em frente ao Centro Municipal de Educação Infantil Dom Olívio Fazza (já concluída), próximo ao acesso do Jardim Porto Belo, e outra ao lado do condomínio residencial Terra Nova.

Também está em execução nos dois pontos da avenida a instalação de calçadas tipo paver, com piso tátil, guarda-corpos e nova sinalização horizontal. No total, serão cerca de 460 metros quadrados de calçamento e 350 metros lineares de proteção.

Outra novidade será a instalação de postes com sinalização intermitente, para alertar o motorista das passagens elevadas – a área está preparando uma requisição de compra para adquirir o equipamento luminoso.

A velocidade máxima na avenida também foi reduzida para 60 km/h – apenas um pequeno trecho da Tancredo, de aproximadamente 800 metros, da entrada da Vila B à Igreja São José Operário, permanecerá com velocidade de 80 km/h.

O gerente da Divisão de Infraestrutura e Manutenção de Itaipu, Valdecir Maria, explicou que o objetivo das mudanças é dar mais segurança para motoristas e pedestres, atendendo demandas apresentadas pela própria comunidade e observadas pelas equipes técnicas de Itaipu.

Nos últimos anos, com a abertura de novos centros de educação – como a Universidade Federal da Integração Latino-americana (Unila) –, empresas e condomínios residenciais, o fluxo de veículos na avenida tem aumentado constantemente.

“A comunidade cresceu muito no entorno da avenida, que é o principal acesso à usina de Itaipu, e buscamos ajustar [os equipamentos viários e a sinalização] conforme a demanda se modifica”, afirmou. Segundo ele, por causa das obras e consequente movimentação de trabalhadores na pista, é necessário que os motoristas fiquem atentos para evitar acidentes.

Outras melhorias – Além dos dois pontos da Tancredo Neves em obras, na sequência está prevista a instalação de uma faixa elevada em frente à Escola Municipal Ponte da Amizade, próximo ao trevo da BR-277. “Nós vamos aproveitar a lombada [simples] que já existe no local para instalar a faixa elevada nos dois sentidos da avenida”, antecipou Valdecir Maria.

A baixada próxima ao Ecomuseu de Itaipu vai ganhar um quebra-molas – que, no futuro, poderá ser substituído por uma lombada eletrônica. O objetivo da medida é reduzir a velocidade dos veículos que trafegam naquele ponto da avenida, o que tem gerado muita reclamação dos moradores.

A Itaipu pretende ainda reavaliar todas as faixas de pedestres ao longo da Tancredo Neves, especialmente em frente aos pontos de ônibus. A intenção é remover essa sinalização nos locais em que o fluxo de pedestres é baixo.

“Tivemos uma audiência pública e esse foi um pedido da própria comunidade”, disse Valdecir Maria. Segundo ele, muitos motoristas ainda não têm o hábito de parar os veículos nas faixas, e dar preferência ao pedestre, o que gera confusão e risco de acidentes.

Outra mudança prevista é um ajuste no acesso para pedestres nas proximidades da ponte do Rio Almada, para evitar que pedestres e ciclistas trafeguem pela avenida. “Essa via é muito utilizada pelo pessoal que caminha na região, mas na ponte há um estreitamento, nas cabeceiras junto ao acostamento, nos dois sentidos, que, por questões de segurança, pretendemos corrigir”, comentou o gerente.

Por ser o principal corredor de acesso à usina hidrelétrica, a manutenção da avenida está sob responsabilidade da binacional. “Nós também somos usuários da avenida e observamos essas necessidades. Felizmente, nosso cronograma [de obras e melhorias] bate com o que a comunidade tem solicitado”, concluiu Valdecir Maria.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz