Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Jogos do Brasil provocam grandes variações no consumo de energia do país, diz ONS


Por: Garon Piceli

Publicado em:

As variações de tensão de carga de energia elétrica durante os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo chegam ao consumo da Grande São Paulo no horário de pico. De acordo com o Operador Nacional do Sistema (ONS), na partida contra a seleção da Coreia do Norte, na terça-feira (15), o Sistema Interligado Nacional (SIN) constatou uma retomada de consumo com uma elevação de carga de 10.300 megawatts (MW), em apenas 22 minutos. É uma cidade como Brasília sendo ligada a cada minuto.
 
O levantamento do ONS também constatou que, passados os primeiros 22 minutos, a elevação da demanda de carga no sistema é mais intensa, nos 20 minutos seguintes ela continua crescendo em função da ativação da iluminação pública, a uma taxa de 170 MW por minuto. “Esse comportamento é caracterizado por uma redução acentuada de carga no período que antecede o início dos jogos e se eleva, a taxas bastante altas, durante o intervalo das partidas, principalmente, imediatamente após o seu término”, informou o ONS.
 
Para garantir a continuidade e a qualidade do atendimento aos consumidores, o Operador Nacional do Sistema tem adotado ações preventivas nos dias das partidas do Brasil, como a sincronização de um número maior de geradores; estratégias específicas para controle de tensão e frequência; a até a recomendação para que os agentes de transmissão, geração e distribuição montem esquemas especiais para a pronta intervenção em instalações não assistidas e para normalização das condições de atendimento na eventual ocorrência de problemas.
 
No caso específico do jogo contra a Coreia do Norte, o comportamento de carga do SIN registrou variações significativas no consumo de energia. “A carga verificada no período da 00h00 às 13h10, apresentou um comportamento normal, similar ao de uma terça-feira típica. Há partir das 13h10, observou-se consumo inferior a um dia típico, com uma redução gradativa de carga a uma taxa de 55 MW por minuto”, diz o documento.
 
O levantamento do ONS informa ainda que, a partir das 14h50, a taxa de variação de carga se intensificou, com uma redução de 6.600 MW, em 40 minutos, o equivalente à soma do consumo das regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e de Vitória.
 
O Operador Nacional do Sistema, constatou, também, que durante o primeiro tempo do jogo, a carga do SIN continuou reduzindo a uma taxa de 60 MW por minuto. “Já no intervalo do jogo, ocorreu um crescimento de 3.600 MW, em apenas sete minutos, o equivalente ao consumo de todo o estado de Santa Catarina”. Com o reinício da partida, de acordo com o ONS, o consumo de energia diminui, ficando no mesmo patamar do final do primeiro tempo do jogo.
 
O ONS alerta para o fato de que, para o jogo de domingo (20), embora a carga seja da ordem de 80% da de um dia útil, o fenômeno da rápida tomada de carga no intervalo e logo após o final do jogo é novamente esperado com a realização da partida do Brasil contra a Costa do Marfim, às 15h30. “É prevista uma variação de até 3.000 MW, em apenas nove minutos”.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz