contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Jornalista explica o que muda no transporte coletivo de Foz do Iguaçu


Por: Garon Piceli

Publicado em:

Em seu perfil no Facebook, o jornalista e apresentador da Rádio Transamerica Foz, Guilherme Wojciechowski, publicou um texto que explica de forma simplificada as mudanças que o FozTrans e o Consórcio Sorriso estão planejando para o transporte urbano de Foz do Iguaçu. Leia:

 

Em seus comunicados, o Foztrans parece estar deliberadamente confundindo o passageiro iguaçuense e induzindo a imprensa local ao erro.

O texto é longo, mas, se puder, reserve um tempo para ler até o final. Tentarei explicar o que acontece, para você que anda de ônibus ou para que você que não anda, mas precisa produzir matérias sobre o assunto:

Como funciona hoje:
– COM O CARTÃO: o passageiro passa o cartão na catraca e tem direito, no prazo de 60 minutos, de pegar um segundo ou um terceiro ônibus (desde que não seja da mesma linha), em qualquer ponto da cidade, sem pagar uma nova passagem.

– COM DINHEIRO: o passageiro paga a passagem com dinheiro na hora de passar a roleta, desce no TTU e tem direito, por tempo ilimitado, a pegar um segundo ônibus no TTU, sem pagar uma nova passagem.

Como ficará a partir de 06/12:
– COM O CARTÃO: o passageiro passará o cartão na catraca e terá direito, no prazo de 90 minutos, de pegar um segundo ou um terceiro ônibus (desde que não seja da mesma linha), em qualquer ponto, sem pagar uma nova passagem.

– COM DINHEIRO: o passageiro perderá o direito de trocar de ônibus sem pagar uma segunda passagem.

Pontos a observar:
– a troca de ônibus em qualquer ponto da cidade, usando o cartão para não pagar uma segunda passagem, JÁ EXISTE desde que o cartão foi implementado, em 2010; a única diferença é que, a partir de 06/12, o tempo de integração aumenta de 60 para 90 minutos;

– com o TTU "aberto", quem paga a tarifa em dinheiro não terá mais direito à integração;

– com o novo sistema, o embarque no TTU será obrigatoriamente pela porta da frente, que permite a passagem de apenas um passageiro por vez, ao invés de quatro (dois por cada porta traseira), como acontece hoje; os embarques ficarão mais lentos.

Casos específicos:
– dois passageiros (mãe e filho), que usam o mesmo Cartão Único, serão obrigados a ter um Cartão Único cada um para continuar tendo direito à integração; se usarem o mesmo cartão, somente um terá direito à integração, pois o pagamento da segunda passagem no mesmo ônibus invalida a primeira. No sistema atual, mãe e filho descem no TTU e não são obrigados a pagar uma terceira passagem; com o novo sistema, duas pessoas que usam o mesmo cartão serão obrigadas a pagar três passagens, ao invés de duas;

– 90 minutos pode não ser tempo suficiente para um passageiro que embarcar na Vila "C" Nova, por exemplo, e perder o segundo ônibus no Centro, no caso das linhas que tem intervalo de mais de 50 minutos entre um ônibus e outro, principalmente no domingo. No sistema atual, o passageiro pode esperar no TTU, sem precisar pagar uma nova passagem; com o novo sistema, se estourar o tempo limite, será obrigado a pagar a tarifa de novo. 

 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz