contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Lideranças empresariais se unem contra aumento do ISSQN em Foz Autoridades estiveram presentes na audiência pública realizada na Câmara de Vereadores da cidade

Autoridades estiveram presentes na audiência pública realizada na Câmara de Vereadores da cidade


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Empresários e lideranças de entidades de classe, se reuniram nesta terça-feira, 28, na audiência pública sobre o aumento do ISSQN, realizada na Câmara de Vereadores e anunciaram uma frente conjunta para ampliar a discussão sobre o tema.

Representantes da ACIFI, Codefoz, Sindhotéis, OAB, Conselho Municipal de Turismo – COMTUR; Associação dos Arquitetos, Agrônomos e Engenheiros – AEFI e empreendedores locais marcaram presença no plenário da Câmara e se posicionaram contrários ao projeto de lei encaminhado pela Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Com o propósito de esclarecer sobre as consequências do reajuste e contribuir com o debate, eles apresentaram um estudo, realizado pelas entidades, sobre a arrecadação do município. O documento, resultado da ação conjunta, mostra que de 2005 a 2013, a arrecadação do ISSQN teve um crescimento superior a 172% em Foz do Iguaçu. O levantamento aponta a existência de 6.855 empresas na cidade e que 40% do PIB é gerado pelos setores de comércios e serviço que são responsáveis por 80% da massa salarial e 93% dos empregos.

Entre as sugestões apontadas estão à exigência da nota fiscal eletrônica; melhoria da eficiência no tempo de abertura de empresas; aumento da fiscalização e conscientização que irão reverter em incentivo ao empreendedorismo e também no combate à sonegação e à informalidade. Na avaliação do movimento, se medidas como essas forem implementadas pela Prefeitura haverá aumento da base de contribuintes, aumentando arrecadação e sem onerar o setor produtivo da cidade. “O estudo indica que o aumento do ISSQN pode ser nocivo para a economia local”, declara o presidente da ACIFI, João Batista de Oliveira.

Em meio os dirigentes presentes na audiência pública, além de João Batista, estavam o presidente da OAB, Valter Cândido Domingos; o presidente do Sindetur, Paulo Angeli; o presidente do COMTUR, Licério Santos; a presidente da AEFI, Thais Marzukiewicz; o vice-presidente do Sindhotéis, Vilmar Andreola e o diretor-executivo do Sindhotéis, Carlos Tavares.

O estudo na íntegra está disponível no site da ACIFI. Para ter acesso ao documento, clique aqui.

 
 
 
 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz