contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Lula fala em uma América Latina unida O presidente Lula está desde quarta-feira (1) em Foz do Iguaçu para compromissos em prol da equidade de gêneros, dos direitos da criança e do adolescente e para a aula inaugural da Unila

O presidente Lula está desde quarta-feira (1) em Foz do Iguaçu para compromissos em prol da equidade de gêneros, dos direitos da criança e do adolescente e para a aula inaugural da Unila


Por:

Publicado em:

 

Fotos: Clickfoz – Augusto Conter
Lula definiu a Unila como o primeiro passo para uma América Latina mais unida

Nesta quinta-feira (2), às 14h em ponto, uma hora e meia depois do anunciado na agenda oficial, o Presidente Lula chegou ao cinema da Itaipu Binacional para a aula inaugural da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila).

Nela, primeiramente o presidente leu um discurso em diversas folhas de papel para só depois se soltar e dizer: “agora sim, vai começar a aula inaugural” quando se utilizou de aproximadamente 15 minutos para falar sem roteiro escrito para os primeiros alunos da Unila.

Na primeira – e mais burocrática – parte do discurso, Lula definiu a Unila como “um enorme salão de visitas de portas abertas para 10 países vizinhos”. Depois, em um discurso mais caloroso, o presidente falou que “não adianta o Brasil ser um país rico cercado de países pobres”, considerando a nova universidade como “a semente para integração da América Latina” e de responsabilidade brasileira.

“O papel que o Brasil joga na América do Sul como o país de maior população, como o país de maior industrialização, como o país de maior PIB, é de ajudar. O Brasil não tem que pedir, tem que doar”, disse Lula aplaudido de pé pelos alunos da Unila.

 

$(function(){
// esconde o conteúdo de “saiba mais” que fica no rodape da pagina
$(‘div#contentcolumn .relacionada’).hide();
// armazena o conteudo da div
var contentDivSaibaMais = $(‘div#contentcolumn .relacionada’).html();
$(‘div#contentcolumn .new-div-relacionada’).html(contentDivSaibaMais);
});

Antes dos discursos, Lula assinou o documento que institui a criação da Comissão Permanente para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira (CDIFF – Saiba mais aqui) e posou para fotos segurando dois selos personalizados pelos Correios, criados em homenagem ao momento.

Crianças receberam o presidente na entrada da Itaipu entoando seu nome e o hino do Corinthians, clube par qual ele torce


Cápsula do tempo – Antes, por volta de 13h15, o presidente escreveu e depositou votos na cápsula do tempo da Unila, lacrada com concreto às 13h30.

A cápsula foi enterrada ao lado do Portal do Conhecimento com o objetivo de preservar, para as futuras gerações, documentos, registros e depoimentos sobre a universidade no momento histórico da sua criação. A cápsula será aberta no aniversário de 50 anos da universidade.
 

 
Direitos da criança – Pela manhã, um pouco depois das 10h, o presidente participou da inauguração do Marco de Proteção de Crianças e Adolescentes da Tríplice Fronteira (leia mais aqui). Logo depois, por volta das 11h, o governante esteve no Rafain Palace para proferir discurso de abertura do seminário “Celebração das experiências – Fortalecendo os avanços na garantia do direito à Família”, promovido pela Rede Latino-Americano de Acolhimento Familiar (Relaf).

“Em casa onde pai e mãe brigam, onde há violência, a criança não quer ficar. Prefere tornar-se moradora de rua”, afirmou

Primeiramente Lula foi homenageado pela instituição ao receber um álbum com fotos e textos contando um pouco da história de sua própria vida, albúm feito por uma bacharel de história. Depois, ao discursar, Lula garantiu que uma das prioridades do seu governo sempre foi o fortalecimento das relações familiares. “Houve um tempo no Brasil em que se falava em criar uma nova política econômica para o país e que assim estaria tudo resolvido. Eu aprendi que um dos principais problemas do Brasil foi à desestruturalização da família. Cuidar da família hoje é tão importante quanto cuidar da economia”, disse o presidente na ocasião.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz