contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Lutador Wanderlei Silva grava comercial na usina de Itaipu


Por: Garon Piceli

Publicado em:

Foto: Divulgação
O comercial foi comandado pela Listo Comunicação, empresa de Curitiba, em parceria com a Zepa Cine Vídeo, de Foz do Iguaçu

Um dos maiores lutadores brasileiros da história do MMA (Mixed Martial Arts, ou vale-tudo, como a modalidade também é conhecida no País) esteve na Itaipu Binacional, nesta quarta-feira (20), para a gravação de um comercial. O curitibano Wanderlei Silva fez uma pequena pausa nos treinos para ser o garoto-propaganda do Energiton – um energético em forma de comprimido. Foi a primeira vez que o lutador esteve na usina. “Isso aqui é magnífico, de encher os olhos”, ressaltou o “Cachorro Louco” – um dos apelidos de Wanderlei no MMA.

Não foi difícil escolher o cenário. “Como é um produto que remete à força e energia, nada melhor que gravar na usina de Itaipu”, explicou o diretor de produção, Jarvas Iunovich.

As gravações aconteceram junto à barragem da usina em Foz do Iguaçu. Como a equipe do comercial passou quase despercebida até o local da filmagem, não houve muita tietagem. Mas alguns fãs apareceram. Afinal, não é todo dia que se tem a oportunidade de conhecer um dos maiores lutadores de MMA de todos os tempos.

Nesses momentos, a aparência intimidadora do lutador deu lugar à simpatia que costuma mostrar fora dos ringues e do octagon, característica já conhecida pelos fãs que acompanham sua carreira. Wanderlei atendeu a todos os pedidos de fotos e autógrafos e, ainda, retribuiu o carinho da gente da Itaipu. “A organização e o profissionalismo de cada funcionário aqui é excelente”, disse Wanderlei.

De cobrador a estrela das lutas – Wanderlei Silva tem 36 anos de idade, há 23 anos pratica muay thai e há 16 é lutador de MMA. Enfrentou muitas dificuldades no começo da carreira. Ex-cobrador de ônibus, sequer tinha dinheiro para pagar a mensalidade da academia onde começou a treinar – a Chute Boxe, na capital paranaense.

Como demonstrou talento muito acima da média logo nos primeiros treinos, acabou “adotado” pelos mestres da Chute Boxe. Em pouco tempo, despontou. Ao lado do russo Fedor Emelianenko, foi considerado um dos melhores lutadores da história do extinto Pride FC, no Japão, que durante anos foi o maior evento de MMA do mundo – posto hoje ocupado pelo norte-americano Ultimate Fighting Championship (UFC).

No começo dos anos 2000, Wanderlei Silva estava em alta e era considerado o grande nome em evidência no MMA. Em solo japonês, fez lutas épicas. Foi dono do cinturão peso-médio de 2001 a 2007. Foi nessa época que seu estilo agressivo, com o qual partia para o “tudo ou nada” desde o início de seus combates, lhe rendeu as alcunhas de “Axe Murderer” (Assassino do Machado) e “Crazy Dog” (Cachorro Louco).

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz