contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Millencolin em Curitiba e agenda de shows pegando fogo Coisas do Som comenta o calendário de shows em Foz do Iguaçu e região, Paraná e Brasil. Também um pouco sobre a passagem da banda sueca Millencolin por Curitiba.

Coisas do Som comenta o calendário de shows em Foz do Iguaçu e região, Paraná e Brasil. Também um pouco sobre a passagem da banda sueca Millencolin por Curitiba.


Por:

Publicado em:

Olá leitor! Como vai? Penteado novo? Não, trocou na semana passada, é?! Pô, então desculpa não ter reparado, semana passada estive ausente! Ficou bonito, tá? Mas, vamos ao nosso papo… #RMMfeelings

A mídia alarda para os quatro cantos como o Brasil entrou definitivamente para o calendário de shows mundial. E pior que anda difícil contrariar a afirmação. É só passar um mega evento que já estamos diante de outro. Tem para todos os gostos: passou o SWU, veio Green Day, Eminem, David Guetta, Fatboy Slim, Paul McCarteney (em 3 mega shows)… Black Eyed Peas, por exemplo, fez uma turnê passando por sete cidades, um em cada estado diferente! Amanhã começa a venda de ingressos para o Rock In Rio, que já tem Metallica e Red Hot Chili Peppers entre as atrações.

Foto: Divulgação
Pelos quatro cantos em que esteve (Porto Alegre, RJ, Brasília e SP) Billie Joe, do Green Day, fez juras de amor pelo país

E vem mais por aí. O Paraná é contemplado principalmente em Curitiba. Passaram por lá recentemente David Guetta, Millencolin, Creedence Clearwater Revisited… e vem aí Twisted Sister, Pennywise, Funeral For a Friend e, no início de 2011, Iron Maiden!

Foz do Iguaçu – Como nossa cidade não é uma metrópole, e recentemente até "encolheu" em 35% (dados do IBGE desmentiram a população que se imaginava ter por aqui. De mais de 325 mil pessoas estimadas, caímos para 248 mil habitantes), fica difícil para quem é daqui presenciar mega atrações. Uma escapadinha para Curitiba ou Assunção (Fatboy Slim esteve lá no último dia 12 e Limp Bizkit estará lá dia 27) são opções.

Mas, se não há mega atrações, pelo menos o iguaçuense não pode reclamar que não há agito! Muitas coisas boas (algumas nem tanto) estão vindo por aí. No dia 4/12 , por exemplo, é atípico o número de opções que o iguaçuense vai ter: Jesus Luz (ex-affair da Madonna que recentemente se enveredou pelos caminhos das pickups) estará fazendo um set ao vivo no Coyote. A Festa a Fantasia, cada vez maior, vai trazer atrações do nível de uma Xxx perience (maior festival de música eletrônica do Brasil), como Skazzi e Paranormal Attack, além de outras atrações nacionais e locais, como a dupla sertaneja Santiago & Querubim e a banda de rock alternativo Corleone. No mesmo dia ainda, a banda Rock Rocket virá pela primeira vez à cidade, fazer rock n’ roll rápido e descontrolado no Zeppelin Old Bar.

Millencolin em CWB: Pennybridge Pioneers na íntegra

Semana passada não teve coluna e não foi por falta de vontade, foi por falta de tempo! Assuntos pessoais me levaram até o leste do Paraná no final de semana. Mais especificamente para Ponta Grossa (PR), onde residi nos últimos quatro anos enquanto me formava em jornalismo pela UEPG.

Já que lá estava, aproveitei a noite de sexta-feira (12) e dei uma passadinha em Curitiba (uma hora e meia de distância) para assistir a apresentação dos suecos do Millencolin na casa de shows Curitiba Master Hall.

Dessa vez, a apresentação era especial: show da turnê que comemora os dez anos do mais bem sucedido álbum da carreira do quarteto, o Pennybridge Pioneers.

Fotos: Augusto Conter
Millencolin durante a execução das músicas do Pennybridge Pioneers – Além delas, houve mais dois sets contendo múscias como Black Eye, Mr. Clean, Random I Am e The Story of My Life

O show foi dividido em três blocos, com três bandeirões distintos de fundo para o palco, cada um representando a fase que estava sendo lembrada pelo repertório da banda. Lembrando que o Millencolin já está na estrada há mais de 18 anos!

No primeiro bloco, Pennybridge Pioneers foi tocado na íntegra! E na exata mesma ordem do CD, o que levou os fãs ao delírio, cantando todas as músicas palavra por palavra. Começou com a mais famosa música do grupo, “No Cigar” (por muitos conhecida como “a música do Tony Hawk”, uma vez que ganhou bastante notoriedade ao ser escolhida como uma das músicas da trilha sonora do segundo jogo da franquia Tony Hawk’s Pro Skater) e terminou com a emocionante “The Ballad”, cantada em uníssono.

O set-list foi calcado principalmente nos hits antigos. Ok, agora avaliando o desempenho do grupo: a importância de Pennybridge Pioneers e Millencolin para o hardcore melódico mundial é indiscutível. No entanto, há de se questionar o gás que a banda apresenta hoje, se está ou não a altura de honrar o passado glorioso.

O vocalista e baixista, Nikola Sarcevic, e o baterista, Fredrik Larzon, estavam completamente apáticos e insossos. Quem ganhou o público foi à dupla de guitarristas, Mathias Färm e Erik Ohlsson, que fizeram questão de tentar compensar o aparente descaso e as dancinhas ridículas de Nikola. Tinha passagens em que Nikola simplesmente deixava de acompanhar a banda com o baixo, não fazendo nenhum esforço para demonstrar interesse ou energia. O baterista Fredrik foi um robozinho, só fez o serviço e saiu fora. Apesar de alguns erros, mérito aos guitarristas, que agitaram do começo ao fim da apresentação.

Mas, o público de Curitiba não estava nem aí pra esses detalhes! Dividido entre saudosistas e fãs recentes do grupo, o público criou uma ótima atmosfera gritando e investindo em muitas rodas punk aproveitando o repertório eletrizante que foi montado pela banda. O set privilegiou músicas rápidas em detrimento das mais novas e calmas. Muitas não foram lembradas, como o hit Shut You Out (os álbuns mais recentes, Kingwood e Machine 15 foram ignorados).

A banda retribuiu o gás da platéia, elogiando o público e distribuindo muitas palhetas para os fãs mais pertos do palco. Ao contrário de 2008, o Master Hall não lotou, mas teve bom público. Os camarotes ficaram bem vazios! Apesar dos pesares, noite inesquecível para os fãs presentes.

 


 

Augusto Conter Filho é jornalista do Clickfoz, formado na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Já foi DJ de festas e aspirante a músico estudando teclado, flauta, guitarra e violão. Hoje tem na apreciação da música o principal hobby, com ênfase na presença do maior número de shows de rock que conseguir e na coleção de álbuns, livros e artigos relacionados a esse universo. De vez em nunca posta algo no blog pessoal www.sillypost.blogspot.com. Twitter: @augustocf

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz