contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Mulheres procuram aulas de Muay Thai em Foz do Iguaçu Definição rápida, condicionamento físico e alívio do stress, são alguns dos benefícios da modalidade

Definição rápida, condicionamento físico e alívio do stress, são alguns dos benefícios da modalidade


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Na semana passada, visitamos uma academia de boxe de Foz do Iguaçu e descobrimos que por lá, a mulherada é maioria. Esta semana, fomos atrás de uma aula de Muay Thai e adivinhem o que encontramos: uma sala repleta de mulheres.

Dos 15 alunos que compareceram ao treino, nove eram meninas. Segundo o professor Gilsomar Higa, isso não é um fato isolado. “Tenho cerca de 40 alunos e 30 deles pertencem ao sexo feminino. A curiosidade pelo esporte aumentou depois que elas descobriram que várias atrizes praticam algum tipo de luta”, afirma o instrutor.

Conforme explica Higa, o que mais atrai a mulherada até a aula de Muay Thai é a definição rápida do corpo. “Em um treino bem trabalhado pode se perder até 900 calorias”, diz o professor.

Além disso, outros benefícios podem ser notados após algum tempo de prática. “Os alunos ganham resistência, força, condicionamento físico e respiratório, aprendem a se defender e ainda, aliviam o stress do dia-a-dia”, explica o professor.

Foto: Lauane de Melo – Clickfoz
Dos 15 alunos deste horário, nove são mulheres

O treino é puxado. Primeiro, eles alongam, fazem um aquecimento com circuito e só depois vão para a luta. Mas, antes de entrar no tatame, é preciso estar devidamente equipado: luvas, protetor de boca e caneleiras. Aí sim, a “pancadaria come solta”!

A luta é bem completa. Além do boxe, usa-se cotoveladas, chutes e joelhadas. Apesar de parecer perigosa a mulherada aqui não troca a modalidade por nada. A estudante de psicologia Virgínia Basile, por exemplo, pratica o esporte há cinco meses e já consegue observar as mudanças no corpo. “Eu gosto muito. Depois que comecei a treinar, senti que emagreci e minhas pernas também ficaram super definidas. Não pretendo parar tão cedo”.

A empresária Fabiana Cominetti também é adepta ao esporte. Trocou anos de musculação por algo com mais ação. “Em três anos de academia, não obtive o resultado de cinco meses de Muay Thai. Aqui as atividades são diferentes, uma aula nunca é igual à outra, não enjoa”.

A estudante de Yara Hijazi tem 14 anos e também treina há cinco meses. Apesar da pouca idade, a garota é dona de um chute poderoso e mostra muito talento no tatame. “Eu adoro estar aqui, esqueço do mundo, sou outra pessoa”, afirma a adolescente.

Foto: Lauane de Melo – Clickfoz
Fabiana (esquerda) e Virgínia (direita) são aplicadas e levam a sérios os treinamentos

Já a bacharel em direito Sueli Castro, treina há apenas três meses e já perdeu quase oito quilos. “Sinto uma imensa diferença em meu corpo. Estou muito feliz. É bom emagrecer desta forma. Apesar do treino puxado, saio daqui sem dores”, afirma.

Em abril, o mestre Danilo Zanoline, que hoje mora no Japão, virá a Foz do Iguaçu para graduar alguns alunos. Entre eles, estão Virgínia, Fabiana, Yara e Sueli. As quatro conquistarão a sua primeira faixa, a prajied branca. “Isso só me incentiva a continuar”, diz Virgínia. “Não vejo a hora de recebê-la”, afirma Yara com ansiedade. Para Fabiana, o momento “representa a conclusão de um ciclo”. Sueli não esconde a alegria. “Estou muito feliz”.

 

 

 

 

 

    Lauane de Melo é repórter do Clickfoz e editora
    de imagens da Rede Massa. Para interagir com a 
    jornalista, siga ela no Twitter e no Facebook.

 

 

 

 

Recomendado para você

Anúncio

Promoção natal ACIFI

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz