contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Número de multas emitidas aumentou 22% em Foz do Iguaçu Transitar acima da velocidade máxima permitida foi a infração mais cometida pelos motoristas

Transitar acima da velocidade máxima permitida foi a infração mais cometida pelos motoristas


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

As campanhas de conscientização e respeito às leis de trânsito são realizadas durante todo o ano, mas os motoristas seguem cometendo infrações que colocam em risco não só a vida do condutor, mas também dos pedestres. A Divisão de Infrações de Trânsito do Foztrans registrou durante o ano de 2015 um total de 114.175 multas aplicadas. Um aumento de 22% em comparação ao ano anterior que foi de 93.589 notificações. A maioria dos flagrantes foi feita pelos equipamentos de fiscalização eletrônica, que funcionam 24 horas, em semáforos, e também, em ruas e avenidas de maior movimento.

A infração mais cometida pelos motoristas foi a de transitar em velocidade superior a máxima permitida em até 20%, que representa 55,50% do total de multa aplicadas. Avançar o sinal vermelho correspondeu a 11,74 % . As notificações resultadas do estacionamento regulamentado – Estarfi , passou dos 10%. Já transitar em velocidade superior a máxima permitida em mais de 20% até 50%, flagrou 8,8% dos condutores multados. Também fazem parte das multas mais frequentes: parar na faixa de pedestre 0,97%; Dirigir falando ao celular 0,95% ; Estacionar em local proibido 0,51%; Dirigir ou passageiros sem o cinto de segurança 0,42%. Estacionar na vaga de portadores de necessidades especiais 0,74% e na de idoso 0,65%.

Os motoristas que cometem essas infrações de estacionamento anotadas no Estarfi, devem ficar atentos à mudança na lei federal que tornou infração grave deixar o carro na vaga de deficiente físico. Essa lei também abrange outras infrações no estacionamento rotativo como ocupar vagas de idoso, carga e descarga, ponto de táxi, e de curta duração – 15 minutos. Todas essas contravenções por força da lei passaram de leve para grave. O valor da multa que era de R$ 53,20 agora é de R$ 127,69. Os pontos que vão para a carteira de habilitação que eram três agora são cinco. 

Para não ser notificado e ter prejuízos financeiros com o pagamento das multas como também para a habilitação com a soma dos pontos é necessária muita atenção. Não só nos locais onde vai estacionar, mas aos  controles eletrônicos de velocidade  espalhados pela cidade, além dos agentes de trânsito. Segundo a divisão de infrações 80% das multas são geradas pela fiscalização eletrônica. Os equipamentos que ficam ligados 24 horas possuem sensores e câmeras, e o motorista recebe em casa o registro da multa pela infração. 

Os radares e lombadas eletrônicas estão espalhados em 29 pontos da cidade.  Os equipamentos estão localizados nas seguintes vias. Na avenida das Cataratas dois radares, com limite de 60 quilômetros por hora, próximo à Churrascaria Rafain, nos sentidos Cataratas- centro e centro- Cataratas. Uma lombada eletrônica, onde não se deve ultrapassar os 40 quilômetros por hora, em frente ao Empório Bar. Radares de 60 km/hora, nos dois sentidos da avenida Guarujá, perto do mercado Santa Inês. Outro na descida da avenida Paraná, para o Boicy, em frente a rádio CBN.  

Na avenida JK com a República Argentina, próximo ao Terminal de Transporte Urbano – TTU, funciona o radar instalado no semáforo, que registra os veículos que avançam o sinal vermelho. Esse mesmo modelo de equipamento está nos semáforos : Rua Marechal Floriano com avenida Jorge Schimmelpfeng; Av. Jk com a avenida República Argentina, no sentido centro-bairro. Avenida Costa e Silva na esquina com a rodoviária; Avenida José Maria de Brito com a avenida Paraná, e também na avenida José Maria de Brito com a avenida Paraná. Avenida Jk com a rua Carlos Gomes; avenida JK com a rua Quintino Bocaiúva; rua Belarmino de Mendonça com a Almirante Barroso e avenida Mário Filho com a Mané Garrincha. 

Estão em funcionamento as lombadas eletrônicas instaladas na rua Tarobá e nas avenidas Felipe Wandscheer, República Argentina, além da avenida General Meira e JK, próximo ao viaduto, essas nos dois sentidos. Os radares de velocidade implantados também no sentido centro e ao contrário, na avenida JK, próximo a curva do Gresfi; Avenida Paraná, em frente a pista de caminhada. Ainda na avenida das Cataratas, em frente ao hotel Mabu. 

O dinheiro arrecadado com as multas consideradas municipais como por exemplo,  estacionamento irregular, excesso de velocidade e avanço de sinal vermelho, é repassado a Foztrans, Detran, Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná- Celepar e ao Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito – Funset. As multas estaduais são aquelas que envolvem infrações de documentação e condições do veículo. São exemplos: dirigir sem carteira de habilitação e pelo estado do veículo.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz