Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Paraná ainda apresenta alto número de focos de dengue Só em janeiro, foram encontrados 5.400 criadouros no estado

Só em janeiro, foram encontrados 5.400 criadouros no estado


Por: Leca

Publicado em:

Um estudo da Secretaria Estadual da Saúde revela que, somente no mês de janeiro deste ano, cerca de 5.400 focos do mosquito da dengue foram encontrados em residências e estabelecimentos comerciais inspecionados no Paraná. Com base no levantamento dos índices de infestação realizado pelos municípios, o Estado traçou um perfil dos focos do mosquito mais encontrados.

A maior parte dos criadouros com larvas do mosquito (43%) foi classificada como lixo ou outro tipo de material reciclável, como recipientes plásticos, copos descartáveis, garrafas pet, latas e demais objetos que acumulam água. Segundo o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, isso mostra que o descarte adequado de materiais recicláveis é a principal forma de prevenir a dengue.

Foto: Divulgação
Em janeiro, 5.400 focos do mosquito da dengue foram encontrados no Paraná

Outros locais que merecem atenção especial da população são os depósitos móveis, como vasos, pratos e frascos de plantas, além de bebedouros de animais. Este tipo de criadouro representou 26% do total de focos encontrados pelas equipes municipais de saúde. Em seguida, vêm os depósitos ao nível do solo (tonéis, bacias e cisternas), com 13%; os pneus e câmaras de ar, com 8%; e os depósitos fixos (calhas, laje, ralos, sanitários em desuso), com 5%.

De agosto de 2013 até esta terça-feira (18), foram confirmados 1.140 casos de dengue no Paraná. Quatro deles apresentaram quadros clínicos mais graves e um morreu em decorrência da doença.

O boletim da dengue divulgado nesta terça-feira (18) aponta ainda um crescimento no número de casos notificados como suspeitos nos últimos dois meses. O número subiu de 571 notificações na primeira semana de janeiro para 1.251 na primeira semana de fevereiro.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz