contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Premiação reconhece campeões de produtividade do Oeste do Paraná


Por:

Publicado em:

Os cinco produtores rurais do Oeste do Paraná que mais se destacaram na safra 2009/2010 vão ser premiados, na quinta-feira (24), às 16h, pela Cooperativa Lar, de Medianeira.
    
A premiação será durante o 12º Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha, no Rafain Palace Hotel, em Foz do Iguaçu. O evento é promovido pela Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha (Febrapdp), com apoio da Itaipu e do programa Cultivando Água Boa, Secretaria de Estado da Agricultura e Fundação Agrisus. A programação se estende até sexta-feira (25).
    
Os prêmios oferecidos pela Lar são promovidos anualmente e têm o objetivo de reconhecer os produtores que mais avançaram em produtividade, graças a adoção de novas tecnologias e técnicas de manejo que garantem melhores resultados no campo. Graças a esse tipo de iniciativa, a produtividade alcançada nas propriedades do Oeste paranaense praticamente triplicou em relação a 20 ou 30 anos atrás, com produtores que ultrapassam as 200 sacas de soja por alqueire, por exemplo.
     
“Os resultados de produtividade de hoje representam a consolidação de um trabalho de décadas e que faz história na Cooperativa Lar. Também nos dá referência para que possamos crescer ainda mais”, afirma o diretor-presidente da Lar, Irineo da Costa Rodrigues.
    
Além da entrega do prêmio da Lar, a cooperativa será homenageada pela Febrapdp, pelo trabalho realizado em prol do desenvolvimento da agropecuária na região.
    
O encontro tem como finalidade proporcionar atualização tecnológica para os agricultores, bem como discutir temas ligados à possibilidade de pagamentos por serviços ambientais como créditos de carbono (plantio direto como minimizador do efeito estufa), gestão e qualidade das águas, qualidade do sistema de plantio direto, fertilidade do plantio direto, biodiversidade, entre outros.
    
Da parte da Itaipu, participam o coordenador de Energias Renováveis Cícero Bley Júnior  (que junto com Ivo Mello, da Febrapdp, apresenta uma proposta de plantio direto para o Brasil), pelo superintendente de Meio Ambiente, Jair Kotz (que fala sobre o plantio direto e a gestão integrada e sistêmica de territórios) e pela bióloga Simone Benassi (que apresenta indicadores biológicos para o controle da qualidade da água).
    
Técnica genuinamente paranaense (foi criada na década de 1970), o plantio direto consiste na utilização das palhas de uma cultura intermediária para proteção do solo. O solo nunca é exposto ou revolvido, o que evita as perdas com a erosão e a deposição de sedimentos e agrotóxicos nos corpos d’água.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz