contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Professores de Foz do Iguaçu aderem à paralisação estadual Ato público será na Praça do Mitre, às 9 horas, nesta quarta-feira

Ato público será na Praça do Mitre, às 9 horas, nesta quarta-feira


Por: Leca

Publicado em:

 
Professores, pedagogos e funcionários das escolas de Foz do Iguaçu e da Região Oeste interrompem as suas atividades nesta quarta-feira (26), em adesão à Paralisação Estadual dos Trabalhadores em Educação do Paraná. O movimento é uma reação ao projeto do Governo do Paraná que interrompeu o processo de eleição direta dos diretores de escolas, além de reivindicar diversas garantias e melhorias nas condições de trabalho da categoria.
 
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), Núcleo Sindical de Foz do Iguaçu e Região, promove um ato público na Praça do Mitre, às 9 horas. Para isso, os dirigentes sindicais estão percorrendo os estabelecimentos de ensino para conscientizar a os educadores, pais e toda a sociedade sobre a importância da manifestação. O objetivo do sindicato é parar as escolas ao longo de todo o dia, abrangendo os três períodos de aula.

Foto: Divulgação
Dirigentes sindicais visitam escolas para mobilizar a categoria

De acordo com o presidente da APP-Sindicato/Foz, Fabiano Severino, a intenção é realizar um grande ato na cidade, para impedir que o Governo do Estado continue praticando medidas contrárias ao interesse dos educadores paranaenses, como a prorrogação dos mandatos dos gestores das escolas. Além disso, inúmeros direitos dos trabalhadores em educação que não estão sendo respeitados.

 
“É um momento muito sensível para a educação do Paraná. Além de impor as suas vontades sem dialogar com o sindicato, o Governador Beto Richa tem realizado cortes nas verbas que comprometem o funcionamento das escolas públicas e se nega a assegurar medidas que já foram definidas em negociações e greves anteriores”, enfatiza Fabiano Severino.
 
Conforme explica o dirigente sindical iguaçuense, até agora o governo não implementou  o novo plano de saúde dos educadores e recentemente efetuou corte de 30% no repasse das verbas para o custeio das instituições escolares, além de não saldar o pagamento das promoções e progressões referentes ao ano de 2014.
 
Ônibus para Curitiba – Além do ato público no município, a APP-Sindicato/Foz também está mobilizando os educadores da região para fortalecer as manifestações em Curitiba. Para isso, a entidade sindical está colocando à disposição da categoria um ônibus que sairá de Foz do Iguaçu, nesta terça-feira (25), às 23 horas, em frente à sede do sindicato.
 
O ônibus sairá da sede da APP-Sindicato/Foz, à rua Almirante Barroso, em frente ao Edifício Metrópole, no Centro, às 23 horas.
 
Reivindicações – Entre as reivindicações e posicionamentos dos educadores junto ao Governo do Estado que impeliram os trabalhadores à paralisação, destacam-se a falta de pagamento das promoções e progressões de 2014 e das bolsas do Programa de Desenvolvimento da Educação (PDE); a negação em  implementar um novo Plano de Saúde para os Servidores Públicos; o não pagamentos dos contratos via PSS pela titulação; o cancelamento das eleições para diretores de escolas; a agressão sofrida pelos educadores se manifestaram em favor da democracia na Assembleia Legislativa; o corte de 30% das verbas de custeio para as escolas; o fortalecimento da luta em defesa dos direitos dos educadores, contra os ataques do Governo do Paraná e de seus aliados.
 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Assine

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Anúncio da revista D!VA
Logo do ClickFoz