contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2016 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Programa Oeste em Desenvolvimento elege novo presidente Danilo Vendruscolo, de Foz do Iguaçu, assume o cargo em fevereiro de 2017

Danilo Vendruscolo, de Foz do Iguaçu, assume o cargo em fevereiro de 2017


Por: Assessoria

Publicado em:


O empresário Danilo Vendruscolo, de Foz do Iguaçu (PR), assumirá a presidência do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) a partir de 2017. O vice será o diretor-executivo da Cooperativa Frimesa, Elias Zydek. A votação, por aclamação, ocorreu nesta quinta-feira (24), em Toledo, durante o 3º Fórum de Desenvolvimento Econômico do Território do Oeste do Paraná, promovido pelo POD, no auditório da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Paraná, com apoio de Itaipu.

A posse da nova mesa diretora está marcada para fevereiro, durante o Show Rural, em Cascavel. Vendruscolo assume o lugar do arquiteto Mário Costenaro.

O presidente eleito afirmou que pretende trabalhar em parceria com as entidades da região. “Precisamos continuar unidos, sem estrelismos. Cidadãos comprometidos com o Oeste do Paraná”, disse.

Representando as cooperativas, que hoje reúnem mais de 60 mil agricultores, Zydek fez uma convocação às lideranças regionais. “Nossa região é uma das mais desenvolvidas do País, mas precisamos avançar em vários temas. Por exemplo, colaborar para que o Paraná alcance o [status de] Estado livre de febre aftosa sem vacinação. Para isso, precisamos do comprometimento de cada um”, salientou.

O diretor-geral da Itaipu, Jorge Samek, usou uma frase do escritor francês Victor Hugo para fazer uma analogia da fase que se encontra hoje a região Oeste do Paraná: “Nada é mais poderoso do que uma ideia cujo tempo chegou”.

“Chegou o tempo do Oeste. Essa região vive uma efervescência. Acredito que essas duas forças vivas que assumirão o programa a partir de 2017, com louvor, darão continuidade ao legado a ser deixado por Mário Costenaro”, disse Samek.

“O POD ainda é novo, mas, por meio dele, queremos construir um território que caibam todos os cidadãos oestinos. Que o desenvolvimento seja como uma maré que todos subam juntos. Queremos o crescimento sustentável desta região”, completou.

O evento em Toledo reuniu cerca de 300 pessoas –  empresários, produtores, acadêmicos, professores e lideranças da região. O objetivo foi debater ações capazes de resolver gargalos que impedem o crescimento sustentável do Oeste.

Balanço

Mário Costenaro fez um balanço de sua gestão e uma apresentação das prioridades do POD para os próximos cinco anos nas áreas de infraestrutura e logística, meio ambiente, crédito e fomento, pesquisa e desenvolvimento, capital social e energias.

Soluções para o tratamento dos passivos ambientais nas propriedades rurais são uma das grandes necessidades. “Temos um grande desafio. Queremos resolver dois problemas. O ambiental e, ainda, oferecer segurança energética para o setor produtivo. Para isso, vamos incentivar o uso dos dejetos para a produção de energia elétrica”, explicou.

Outras bandeiras do POD são mobilizar a sociedade contra a exploração do gás de xisto por meio do fracking e melhorar a infraestrutura da região com a duplicação das rodovias, construção de novos aeroportos, ampliação de ferrovias, melhorias das estradas rurais e redução dos valores de pedágio.

“Somente alcançaremos nossos objetivos se trabalharmos integrados”, reforçou o diretor regional do Sebrae, Orestes Hotz.

Carta de Intenção

Durante o fórum, o POD e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) assinaram uma carta de intenção para viabilizar uma série de estudos nas propriedades da região, como a destinação adequada de animais mortos, modelos de gestão ambiental para suinocultura e desenvolvimento de tecnologias para melhoria do solo.

“Essa é uma região pujante. Só temos a agradecer o convite de fazer parte deste programa tão audacioso. Trabalharemos juntos para manter esta região crescendo e gerando riquezas”, disse Airton Kunz, chefe adjunto de Pesquisa da Embrapa.

A nova resolução estadual do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) sobre o armazenamento de agrotóxicos nas propriedades rurais também foi tratada no fórum. A resolução é considerada uma ferramenta para resolver problemas ambientais.

Também houve a adesão do IAP e da Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundetec) ao programa e a entrega do Censo das Secretarias Municipais de Agricultura. O censo traz informações sobre a estrutura e quadro de funcionários das secretarias dos 54 municípios da região e sobre as ações e políticas agropecuárias municipais.

O diretor-superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), Juan Carlos Sotuyo, lançou a Antena Tecnológica do Território, um instrumento que terá como objetivo subsidiar a região com informações estratégicas para o seu desenvolvimento.

Nova mesa diretora

O futuro presidente do POD, Danilo Vendruscolo, é empresário, economista, pós graduado em Administração e Estratégia Empresarial e Marketing e Propaganda.

Atualmente, é vice-presidente da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná (Caciopar), membro do Conselho Superior da Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu (Acifi) e coordenador da Câmara Técnica de Infraestrutura e Logística do POD. Foi presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Foz do Iguaçu (Codefoz) de 2012 a 2014.

O vice, Elias Zydek é engenheiro agrônomo especialista em Gestão de Negócios. É diretor executivo da Frimesa e integrante da coordenação do Programa Oeste em Desenvolvimento, representando as cooperativas.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Parceria

Categorias

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana
Logo do ClickFoz