contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Programa Oeste em Desenvolvimento elege novo presidente Danilo Vendruscolo, de Foz do Iguaçu, assume o cargo em fevereiro de 2017

Danilo Vendruscolo, de Foz do Iguaçu, assume o cargo em fevereiro de 2017


Por: Assessoria

Publicado em:


O empresário Danilo Vendruscolo, de Foz do Iguaçu (PR), assumirá a presidência do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) a partir de 2017. O vice será o diretor-executivo da Cooperativa Frimesa, Elias Zydek. A votação, por aclamação, ocorreu nesta quinta-feira (24), em Toledo, durante o 3º Fórum de Desenvolvimento Econômico do Território do Oeste do Paraná, promovido pelo POD, no auditório da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Paraná, com apoio de Itaipu.

A posse da nova mesa diretora está marcada para fevereiro, durante o Show Rural, em Cascavel. Vendruscolo assume o lugar do arquiteto Mário Costenaro.

O presidente eleito afirmou que pretende trabalhar em parceria com as entidades da região. “Precisamos continuar unidos, sem estrelismos. Cidadãos comprometidos com o Oeste do Paraná”, disse.

Representando as cooperativas, que hoje reúnem mais de 60 mil agricultores, Zydek fez uma convocação às lideranças regionais. “Nossa região é uma das mais desenvolvidas do País, mas precisamos avançar em vários temas. Por exemplo, colaborar para que o Paraná alcance o [status de] Estado livre de febre aftosa sem vacinação. Para isso, precisamos do comprometimento de cada um”, salientou.

O diretor-geral da Itaipu, Jorge Samek, usou uma frase do escritor francês Victor Hugo para fazer uma analogia da fase que se encontra hoje a região Oeste do Paraná: “Nada é mais poderoso do que uma ideia cujo tempo chegou”.

“Chegou o tempo do Oeste. Essa região vive uma efervescência. Acredito que essas duas forças vivas que assumirão o programa a partir de 2017, com louvor, darão continuidade ao legado a ser deixado por Mário Costenaro”, disse Samek.

“O POD ainda é novo, mas, por meio dele, queremos construir um território que caibam todos os cidadãos oestinos. Que o desenvolvimento seja como uma maré que todos subam juntos. Queremos o crescimento sustentável desta região”, completou.

O evento em Toledo reuniu cerca de 300 pessoas –  empresários, produtores, acadêmicos, professores e lideranças da região. O objetivo foi debater ações capazes de resolver gargalos que impedem o crescimento sustentável do Oeste.

Balanço

Mário Costenaro fez um balanço de sua gestão e uma apresentação das prioridades do POD para os próximos cinco anos nas áreas de infraestrutura e logística, meio ambiente, crédito e fomento, pesquisa e desenvolvimento, capital social e energias.

Soluções para o tratamento dos passivos ambientais nas propriedades rurais são uma das grandes necessidades. “Temos um grande desafio. Queremos resolver dois problemas. O ambiental e, ainda, oferecer segurança energética para o setor produtivo. Para isso, vamos incentivar o uso dos dejetos para a produção de energia elétrica”, explicou.

Outras bandeiras do POD são mobilizar a sociedade contra a exploração do gás de xisto por meio do fracking e melhorar a infraestrutura da região com a duplicação das rodovias, construção de novos aeroportos, ampliação de ferrovias, melhorias das estradas rurais e redução dos valores de pedágio.

“Somente alcançaremos nossos objetivos se trabalharmos integrados”, reforçou o diretor regional do Sebrae, Orestes Hotz.

Carta de Intenção

Durante o fórum, o POD e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) assinaram uma carta de intenção para viabilizar uma série de estudos nas propriedades da região, como a destinação adequada de animais mortos, modelos de gestão ambiental para suinocultura e desenvolvimento de tecnologias para melhoria do solo.

“Essa é uma região pujante. Só temos a agradecer o convite de fazer parte deste programa tão audacioso. Trabalharemos juntos para manter esta região crescendo e gerando riquezas”, disse Airton Kunz, chefe adjunto de Pesquisa da Embrapa.

A nova resolução estadual do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) sobre o armazenamento de agrotóxicos nas propriedades rurais também foi tratada no fórum. A resolução é considerada uma ferramenta para resolver problemas ambientais.

Também houve a adesão do IAP e da Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundetec) ao programa e a entrega do Censo das Secretarias Municipais de Agricultura. O censo traz informações sobre a estrutura e quadro de funcionários das secretarias dos 54 municípios da região e sobre as ações e políticas agropecuárias municipais.

O diretor-superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), Juan Carlos Sotuyo, lançou a Antena Tecnológica do Território, um instrumento que terá como objetivo subsidiar a região com informações estratégicas para o seu desenvolvimento.

Nova mesa diretora

O futuro presidente do POD, Danilo Vendruscolo, é empresário, economista, pós graduado em Administração e Estratégia Empresarial e Marketing e Propaganda.

Atualmente, é vice-presidente da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná (Caciopar), membro do Conselho Superior da Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu (Acifi) e coordenador da Câmara Técnica de Infraestrutura e Logística do POD. Foi presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Foz do Iguaçu (Codefoz) de 2012 a 2014.

O vice, Elias Zydek é engenheiro agrônomo especialista em Gestão de Negócios. É diretor executivo da Frimesa e integrante da coordenação do Programa Oeste em Desenvolvimento, representando as cooperativas.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Parceria

Anúncio

Assine

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Categorias

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana
Logo do ClickFoz