contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Projeto Beira Foz pode virar modelo de desenvolvimento do turismo Assunto foi discutido pelo secretário nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo

Assunto foi discutido pelo secretário nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo


Por: Leca

Publicado em:

O projeto Beira Foz, que prevê a reurbanização de 34 quilômetros das margens dos rios Iguaçu e Paraná, em Foz do Iguaçu, na fronteira do Brasil, Argentina e Paraguai, poderá se tornar a primeira experiência de um novo modelo de desenvolvimento do turismo que o governo federal estuda adotar para todo o País. 

O assunto foi discutido nesta quinta-feira (13) pelo secretário nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo, Vinícius Lummertz, com o prefeito da cidade, Reni Pereira, e representantes de Itaipu Binacional e do trade turístico local.

Foto: JIE
Secretário destaca trabalho de gestão integrada do turismo de Foz como exemplo.

 

A ideia é buscar a mesma modelagem das parcerias público-privada (PPPs) para elaborar um plano integrado de investimentos. Se der certo, esse modelo poderá ser replicado, impulsionará a visitação e ajudará o País a conservar o legado dos grandes eventos esportivos previstos para os próximos anos – a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

“Nós achamos que aqui é a região do Brasil mais propícia para o projeto. Nós temos condições de montar uma plataforma de investimentos nacionais e internacionais não só no âmbito de Foz do Iguaçu, mas da tríplice fronteira”, afirmou.

Vinícius Lummertz afirmou ainda que até agosto já será possível concluir o desenho de uma primeira proposta de desenvolvimento do turismo, tendo Foz do Iguaçu – e o projeto Beira Foz – como modelo. “O turismo puxa a economia. Nos últimos anos o crescimento do turismo foi o dobro da média nacional e, nos próximos anos, poderá ser mais do que o dobro”, estimou.

“Estamos buscando construir uma parceria público-privada, que permita aproveitar todo o potencial de desenvolvimento das margens dos nossos rios, utilizando-se de instrumentos como operação urbana consorciada, o que inclui poder trabalhar com a emissão de certificados de aumento de potencial construtivo”, disse Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social de Itaipu e presidente do Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística de Foz do Iguaçu (o Fundo Iguaçu).

Primeiras medidas – 
O prefeito de Foz, Reni Pereira, disse que pretende aproveitar a discussão do novo modelo de turismo para acelerar a execução do projeto Beira Foz. O assunto será discutido dentro do Conselho de Desenvolvimento de Foz do Iguaçu (Codefoz).

Uma das primeiras medidas, segundo Pereira, será delimitar novas áreas de interesse turístico dentro da lei de zoneamento. As áreas de concessão da Marinha, tanto no Rio Paraná como no Rio Iguaçu, também poderão ser utilizadas para investimentos por meio de PPPs.

 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz