Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2018 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Projeto Social criado em Foz ganha prêmio de relevância nacional Aldeias Infantis disputou SESI ODS com mais outras cinco iniciativas do país

Aldeias Infantis disputou SESI ODS com mais outras cinco iniciativas do país


Por: Assessoria

Publicado em:

Foto: Luiz Felipe Miretzki – Agência Sistema Fiep

Representantes da entidade Aldeias Infantis SOS Brasil/Foz do Iguaçu voltaram de Curitiba com o troféu que simboliza a eficácia de uma proposta inédita, desenvolvida na fronteira. O Projeto Escola de Pais foi anunciado como vencedor do Prêmio SESI ODS – 2017 (categoria terceiro setor, nível federal) durante cerimônia, na terça-feira (17), no Campus da Indústria do SESI. Ao todo, foram entregues 14 prêmios em cinco setores (indústria, empresa, poder público, terceiro setor e instituição de ensino), em nível local, estadual e federal. O Escola de Paistambém foi contemplado com o Selo SESI ODS, que certifica o impacto causado em relação ao atingimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU, em 2015.

Para o gestor da Aldeias Infantis, em Foz, Alex Thomazi é o momento de agradecer aos voluntários, colaboradores, investidores e a cada um dos que acreditaram no projeto, mas, e em especial, às famílias que aceitaram participar dessa proposta. “Estou muito feliz pelo reconhecimento desse importante prêmio,” disse ele, “e certo de que a prevenção é a melhor resposta ao direito de viver em família.

O Escola de Pais

Em dois anos, o projeto Escola de Pais evitou que, pelo menos, 32 crianças e adolescentes fossem retiradas de famílias em situação de vulnerabilidade social. A ação – que atende três comunidades de Foz (Lagoa Dourada, Portal da Foz e Cidade Nova) – garante que a criança permaneça em casa, com o estabelecimento de um ambiente seguro, promovido com o apoio de assistentes sociais e psicólogos. Esses profissionais geram ações de reintegração, além de orientarem pais e mães sobre como criar filhos.

“Eu não sabia que era preciso dizer para meus filhos que os amo,” admitiu Doralice Fure, mãe de sete filhos, atendida pelo projeto. “Agora, meu filho – que nunca tinha falado que me ama – falou!”, comemorou ela. A iniciativa também possibilitou economia de cerca de R$ 800.000,00 para os cofres públicos desde 2015, ano em que foi iniciada, evitando situações de acolhimento em casas-lares. De acordo com Rita Borges, coordenadora do projeto, “há métodos parecidos sendo usados no Brasil, mas nenhum reúne todas essas ações”.  

“O Projeto Escola de Pais e o Prêmio SESI ODS – 2017 retratam o ‘CUIDADO’. Comungamos desta ação que perpassa pela proposta da agenda 2030 e pelo direito à convivência familiar e comunitária. O cuidado passa a incorporar o cotidiano das famílias que integram o Projeto Escola de Pais, onde o direito de viver em família seja o prisma nesta realidade,” concluiu Alex Thomazi.

Mais reconhecimento

Além do Prêmio SESI ODS – 2017, o Escola de Pais foi certificado, este ano, pela Fundação Banco do Brasil como “tecnologia social”, compondo atualmente seu banco de projetos e tendo concorrido com outras 735 iniciativas do Brasil[1]. Em 2017, a Aldeias Infantis também foi eleita uma das 100 Melhores ONGs do país[2].

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Categorias

Anúncio

Logo do ClickFoz