contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Projetos da Unila exibirão filmes gratuitos à comunidade Eventos acontecerão neste sábado, 04, e segunda-feira, 06

Eventos acontecerão neste sábado, 04, e segunda-feira, 06


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Os projetos de extensão da Unila "Cinelatino" e "Medicina, Câmera e Ação!" realizam exibições de filmes neste sábado, 04, e na próxima segunda-feira, 06, respectivamente. Os eventos são gratuitos e abertos ao público. O "Cinelatino" traz o filme “Estado de Sítio”, do diretor grego Costa-Gravas, no Teatro Barracão (Praça da Bíblia), às 17h. Após a exibição, haverá debate com a professora da Unioeste, Silvana Souza; e o estudante Fernando Carnebia López, do Programa de Pós-Graduação em Integração Contemporânea da América Latina (ICAL) da Unila.

O projeto "Medicina, Câmera e Ação!", por sua vez, exibe o filme “A música nunca parou”, do diretor Jim Kohlberg, no auditório da Unila, Jardim Universitário, às 18h. A exibição será seguida de debate com a musico terapeuta Angélica Trevisan. Os interessados podem realizar inscrição na página do evento.

Medicina e Cinema – O projeto de extensão "Medicina, Câmera e Ação!" teve início neste semestre, com a proposta de criar um espaço de compartilhamento de ideias e experiências na área médica, além de ampliar a oferta de exibição cinematográfica em Foz do Iguaçu. “Os filmes podem ser de qualquer nacionalidade e precisam trazer temáticas de saúde – esse é o principal pré-requisito. Planejamos uma projeção com debate por mês. Uma vez definidos os títulos, pensamos em um ou mais profissionais de saúde de Foz do Iguaçu para ser o debatedor”, explica o coordenador do projeto e professor do curso de Medicina da Unila, Ricardo Zaslavsky.

Segundo a estudante de Medicina e voluntária do projeto, Luana Kropf, a iniciativa traz uma proposta interdisciplinar de debate. “Ao longo de décadas, cursos mais tradicionais, como Medicina, começaram a difundir a ideia equivocada de que o subjetivo é para os artistas, e o objetivo, para os cientistas. Entretanto, como o ser humano não é apenas um aglomerado de células, mas um ente biopsicossocial, muitos de seus parâmetros foram negligenciados pelos grandes institutos médicos. Nessa perspectiva, debater a Medicina a partir de outras linguagens é essencial para a formação acadêmica, a fim de abrir novos paradigmas em que a Arte e a Ciência andem unidas e não desconectadas”, opina a discente.

Cinelatino – O projeto "Cinelatino" retomou suas atividades em 2016, com o ciclo de filmes que traz a temática “Rastros das ditaduras latino-americanas”. As sessões acontecem às quintas-feiras, na unidade Jardim Universitário, às 18h; e aos sábados, no Teatro Barracão (Praça da Bíblia), às 17h. Este novo ciclo de exibições visa, por meio dos filmes, mostrar os efeitos das ditaduras militares e trazer o debate sobre esse período que marcou a história dos países latino-americanos.

Serviço

Cinelatino – Filme: "Estado de Sítio" (1972), do diretor grego Costa-Gravas. Debate com a professora da Unioeste, Silvana Souza; e o estudante uruguaio, Fernando Carnebia López, do Programa de Pós-Graduação em Integração Contemporânea da América Latina (ICAL) da Unila.

Local e horário: Teatro Barracão (Praça da Bíblia), sábado, 04, às 17h. Entrada gratuita.

Sinopse: Baseado em fatos reais e dirigido pelo consagrado cineasta grego Costa-Gavras, o filme gira em torno do sequestro de um funcionário estadunidense, da Agência Internacional para o Desenvolvimento – prisão organizada pelo movimento revolucionário Tupamaros, no Uruguai. Enquanto o funcionário é mantido cativo, os sequestradores negociam com o governo ditatorial a troca do detento por prisioneiros políticos, o que causa uma grave crise institucional.

Medicina, Câmera e Ação! – Filme: "A música nunca parou" (2014), do diretor Jim Kohlberg. Debate com a musico terapeuta Angela Trevisan.

Local e horário: Auditório da Unila, Jardim Universitário (Avenida Tarquínio Joslin dos Santos, 1000), segunda-feira, 06, às 18h. Entrada gratuita.

Sinopse: Henry luta para conectar-se com seu filho Gabriel, que, devido a um tumor cerebral, não consegue produzir novas memórias. Por meio da música, os dois tentam superar essa distância emocional.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz