contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Projetos da Unila exibirão filmes gratuitos à comunidade Eventos acontecerão neste sábado, 04, e segunda-feira, 06

Eventos acontecerão neste sábado, 04, e segunda-feira, 06


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Os projetos de extensão da Unila "Cinelatino" e "Medicina, Câmera e Ação!" realizam exibições de filmes neste sábado, 04, e na próxima segunda-feira, 06, respectivamente. Os eventos são gratuitos e abertos ao público. O "Cinelatino" traz o filme “Estado de Sítio”, do diretor grego Costa-Gravas, no Teatro Barracão (Praça da Bíblia), às 17h. Após a exibição, haverá debate com a professora da Unioeste, Silvana Souza; e o estudante Fernando Carnebia López, do Programa de Pós-Graduação em Integração Contemporânea da América Latina (ICAL) da Unila.

O projeto "Medicina, Câmera e Ação!", por sua vez, exibe o filme “A música nunca parou”, do diretor Jim Kohlberg, no auditório da Unila, Jardim Universitário, às 18h. A exibição será seguida de debate com a musico terapeuta Angélica Trevisan. Os interessados podem realizar inscrição na página do evento.

Medicina e Cinema – O projeto de extensão "Medicina, Câmera e Ação!" teve início neste semestre, com a proposta de criar um espaço de compartilhamento de ideias e experiências na área médica, além de ampliar a oferta de exibição cinematográfica em Foz do Iguaçu. “Os filmes podem ser de qualquer nacionalidade e precisam trazer temáticas de saúde – esse é o principal pré-requisito. Planejamos uma projeção com debate por mês. Uma vez definidos os títulos, pensamos em um ou mais profissionais de saúde de Foz do Iguaçu para ser o debatedor”, explica o coordenador do projeto e professor do curso de Medicina da Unila, Ricardo Zaslavsky.

Segundo a estudante de Medicina e voluntária do projeto, Luana Kropf, a iniciativa traz uma proposta interdisciplinar de debate. “Ao longo de décadas, cursos mais tradicionais, como Medicina, começaram a difundir a ideia equivocada de que o subjetivo é para os artistas, e o objetivo, para os cientistas. Entretanto, como o ser humano não é apenas um aglomerado de células, mas um ente biopsicossocial, muitos de seus parâmetros foram negligenciados pelos grandes institutos médicos. Nessa perspectiva, debater a Medicina a partir de outras linguagens é essencial para a formação acadêmica, a fim de abrir novos paradigmas em que a Arte e a Ciência andem unidas e não desconectadas”, opina a discente.

Cinelatino – O projeto "Cinelatino" retomou suas atividades em 2016, com o ciclo de filmes que traz a temática “Rastros das ditaduras latino-americanas”. As sessões acontecem às quintas-feiras, na unidade Jardim Universitário, às 18h; e aos sábados, no Teatro Barracão (Praça da Bíblia), às 17h. Este novo ciclo de exibições visa, por meio dos filmes, mostrar os efeitos das ditaduras militares e trazer o debate sobre esse período que marcou a história dos países latino-americanos.

Serviço

Cinelatino – Filme: "Estado de Sítio" (1972), do diretor grego Costa-Gravas. Debate com a professora da Unioeste, Silvana Souza; e o estudante uruguaio, Fernando Carnebia López, do Programa de Pós-Graduação em Integração Contemporânea da América Latina (ICAL) da Unila.

Local e horário: Teatro Barracão (Praça da Bíblia), sábado, 04, às 17h. Entrada gratuita.

Sinopse: Baseado em fatos reais e dirigido pelo consagrado cineasta grego Costa-Gavras, o filme gira em torno do sequestro de um funcionário estadunidense, da Agência Internacional para o Desenvolvimento – prisão organizada pelo movimento revolucionário Tupamaros, no Uruguai. Enquanto o funcionário é mantido cativo, os sequestradores negociam com o governo ditatorial a troca do detento por prisioneiros políticos, o que causa uma grave crise institucional.

Medicina, Câmera e Ação! – Filme: "A música nunca parou" (2014), do diretor Jim Kohlberg. Debate com a musico terapeuta Angela Trevisan.

Local e horário: Auditório da Unila, Jardim Universitário (Avenida Tarquínio Joslin dos Santos, 1000), segunda-feira, 06, às 18h. Entrada gratuita.

Sinopse: Henry luta para conectar-se com seu filho Gabriel, que, devido a um tumor cerebral, não consegue produzir novas memórias. Por meio da música, os dois tentam superar essa distância emocional.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Parceria

Anúncio

Assine

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana
Logo do ClickFoz