contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

PTI inicia processo inédito de incubação A "incubaceleração" é resultado de uma parceria com uma incubadora e uma aceleradora

A "incubaceleração" é resultado de uma parceria com uma incubadora e uma aceleradora


Por: Leca

Publicado em:

 
O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) começou na semana passada um processo de incubação inédito no Brasil: a “incubaceleração”, resultado de uma parceria entre a Incubadora Santos Dumont, do próprio PTI, e a aceleradora Start You Up, do Espírito Santo.
 
Na parceria, a incubadora irá atuar na capacitação e no desenvolvimento geral da empresa; já a aceleradora vai formatar os negócios para que eles ganhem mercado mais rapidamente.
     
Participam do processo dez projetos de negócios, selecionados por meio do edital 066/2014. Lançado em maio deste ano, o edital tem o objetivo de identificar projetos de empreendimentos que receberão, pelos próximos meses, o apoio do PTI para o desenvolvimento de produtos, serviços ou processos inovadores.

Foto: JIE
Cerimônia de assinatura do contrato de pré-incubação com os empreendedores: apoio a novos negócios

 

“Não existe outra incubadora que tenha, em seu processo de incubação, uma aceleradora. A Start You Up é uma das principais aceleradoras do País e faz parte do programa Start Up Brasil, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)”, afirmou o gerente de Desenvolvimento de Negócios da Fundação PTI, Hedryk Daijó, durante a cerimônia de assinatura do contrato de pré-incubação com os empreendedores.
     
Dos dez projetos selecionados, oito são na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), um na área de recursos hídricos e um na área de turismo. Ao todo, são 22 empreendedores envolvidos. A atuação das empresas envolve temas como ambiente virtual, produção de insetos para controle de pragas, fabricação de hardware e de aplicativos, estabilizador para rotação de motores e automatizações.
        
Pelos próximos quatro meses, todos os empreendedores participarão de consultorias para a definição do modelo e da viabilidade do negócio, para a captação de investimentos e do primeiro cliente, entre outros suportes para o seu desenvolvimento. Ao final desse processo, previsto para março de 2015, uma nova seleção definirá quais empresas serão incubadas.
 
“Colocamos à disposição nossa estrutura, recursos, conhecimento e parcerias fortes. Em contrapartida, buscamos o comprometimento dos empreendedores”, afirmou Daijó.
 
Seleção
 
O edital da Incubadora contou com 47 projetos inscritos, de diversos Estados brasileiros, como Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso. Para a seleção, foram considerados critérios como o grau de inovação do negócio, a sua viabilidade técnica, econômica e de mercado, o potencial de geração de emprego e a capacidade para atração de investimentos.
       
Do Paraná, foram 33 projetos, dos quais oito foram selecionados: seis de Foz do Iguaçu e dois de Marechal Cândido Rondon. Do Estado de São Paulo, foram quatro projetos inscritos, com dois selecionados: um da cidade de São Paulo e um de Cotia.
       
A diversidade foi destacada pelo empreendedor Marcus Vinicius Moura Gomes, de Cotia. "As empresas que estão aqui foram muito bem selecionadas. A diversidade permite a troca de conhecimentos e, já no primeiro dia, nos possibilitou estabelecer algumas alianças. O feedback que temos aqui não tem preço", disse o empresário. Ele e mais dois sócios propõem o desenvolvimento de um "poste inteligente", com serviços de conexão à internet e de medição de temperatura, umidade relativa do ar e índice de carbono.
        
Com a proposta de desenvolver um acelerador automático para a estabilização da rotação de motores, os empresários Fernando e Roberto Rodrigues, que vieram de Marechal Cândido Rondon, esperam fortalecer o projeto de negócio durante o processo. "Estamos começando agora e escolhemos o PTI para nos dar um respaldo e confirmar se o nosso projeto é viável. Participamos de outros workshops e sempre adicionamos ideias, que são complementadas com essas participações", disseram.
 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz